+ Esporte

28/08/2018 09:38

Cuiabá sai na frente e cede o empate e está classificado para série B de 2019

(Esportes & Noticias)

O Cuiabá está na Segunda Divisão do Futebol Brasileiro, a Série B de 2019. A vaga foi conquistada no empate em dois gols na noite desta segunda-feira no estádio Florestão, em Rio Branco, no Acre. O Cuiabá chegou a estar vencendo por 2 a 0, mas permitiu o empate do time acreano, entretanto, foi beneficiado por ter vencido o primeiro jogo, na Arena Pantanal por 2 a 1.

Depois de 7 anos disputando a Série C, o Cuiabá resolveu mudar sua maneira de trabalhar nesta temporada. Trouxe no início do ano para comandar o time o experiente técnico Itamar Shulle e o manteve no comando mesmo quando

a equipe enfrentou problemas com seguidas derrotas no início da competição. A decisão da diretoria em prestigiar o comandante e seus jogadores foi fundamental. O time começou a crescer no momento certo, deixando as últimas posição na classificação do grupo B para terminar a primeira fase em terceiro lugar, numa campanha considerada magistral. Fez mais pontos que o seu adversário desta segunda-feira, o Atlético-AC, mas devido a forma de chaveamento foi obrigado a decidir a vaga para a Série B e o direito de ir para a semifinal da Série C, onde vai enfrentar o Botafogo-SP, na casa do adversário e conquistou a tão sonhada façanha de subir para a Segunda Divisão nacional.

Com o regulamento debaixo do braço, onde podia perder até por uma diferença de um gol que estaria classificado, o Cuiabá começou o primeiro tempo jogando de forma mais cautelosa, procurando não dar espaço ao adversário e tentando definir o jogo em um rápido contra-ataque.

Empurrado pela torcida, o Atlético-AC dominava mais a partida, criava no meio-campo, mas sucumbia diante de uma defesa forte que garantiu o empate sem gols na primeira etapa.

Na fase complementar, o Cuiabá resolveu mostrar que não é um time retranqueiro e que gosta de jogar no ataque. Passou a ter um certo domínio da partida, se beneficiando até do nervosismo do time da casa. Superior não demorou muito a abrir o placar. Alê, pelo lado esquerdo do ataque cuiabano recebe e chuta cruzado. A bola bate em um zagueiro traindo o goleiro. Era 1 a 0 para o Cuiabá.

Perdendo o Atlético-AC desmanchou sua defesa. Era preciso atacar e passou a dar as oportunidades que o Cuiabá precisava para ampliar o placar. Aos 28 minutos, em ataque rápido, Bruno Sávio avançou pelo lado direito até chegar próximo à grande área e finalizar fazendo um lindo gol de cobertura.

A festa para os poucos torcedores cuiabanos que foram até o Acre era intensa, mas o time local não se esmoreceu. Foi ainda mais forte ao ataque e aos 36 minutos fez seu primeiro gol.  Em cobrança de escanteio a bola sobra para o atacante Rafael Barros mandou um chute forte da entrada da área, a bola foi na gaveta, Cuiabá 2 a 1.

O jogo era movimentado, com os dois times atacando e crianças boas chances e o time acreano conseguiu o empate aos 42 minutos. Em nova cobrança de escanteio, Diego subiu mais que a defesa cuiabano e marcou.

A arbitragem deu cinco minutos de acréscimo. O Atlético atacou o tempo todo enquanto que o Cuiabá, bem estruturado na defesa garantiu o empate e uma grande festa ainda no gramado do Florestão, pela classificação para a Série B do ano que vem.

Agora o time vai começar a preparar para uma outra difícil missão: enfrentar o Botafogo-SP em duas partidas e tentar se garantir na grande decisão do título da Série B.

Aos 42 minutos o Galo carijó chegou ao empate com gol de cabeça do capitão Diego. Em Cobrança de escanteio o meio campo antecipou a zaga e desviou na primeira trave e mandou para as redes.

FICHA TÉCNICA

Atlético Acreano-AC 2×2 Cuiabá

Local – Florestão – Rio Branco (AC)

Árbitro – Luiz Flávio de Oliveira – SP

Assistentes- Miguel Caetano Ribeiro da Costa – SP e Alex Ang Ribeiro – SP

Cartões Amarelos – Atlético Acreano-AC: Rafael Tanque

Gols – Ale, aos 2 minutos, Bruno Sávio, aos 28, Rafael Barros, aos 36 e Diego, aos 42 minutos, todos do segundo tempo

Atletico Acreano: Ruan; Matheus (Rafael Tanque), João Marcus, Diego e Alfredo (Douglas); Leandro, Tauã (Igor), Kássio e Eduardo; Rafael Barros e Jeferson.

Técnico: Álvaro Miguéis

Cuiabá: Victor Souza;, Ednei, Edson Borges e Danilo Silva; Escobar, Alê, Marino e Eduardo Ramos (Marcão); João Carlos (Jenison), Bruno Sávio (Adriano Pardal) e Jean.

Técnico: Itamar Schülle

 

© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo