+ Noticias

01/06/2018 11:57

LIGA DAS NAÇÕES FEMININA: Brasil encerra terceira semana com vitória sobre Holanda

De Apeldoorn, na Holanda

A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou a terceira semana da Liga das Nações com vitória. Diante de um ginásio lotado, o Brasil levou a melhor, nesta quinta-feira (31.05), sobre a Holanda por 3 sets a 1 (25/23, 26/24, 13/25 e 25/22), no Omnisport, em Apeldoorn. Foi a oitava vitória da equipe do treinador José Roberto Guimarães na competição.

O Brasil embarcará nesta sexta-feira (01.06) para Jiangmen, na China, onde duelará com as donas da casa, a Rússia e os Estados Unidos entre os dias cinco e sete de junho. O primeiro duelo das brasileiras na quarta semana será às 8h30 (horário de Brasília) da próxima terça-feira (05.06) contra a China.

O time verde e amarelo aparece em segundo lugar na classificação geral, com 24 pontos (oito vitórias e uma derrota). Os Estados Unidos estão na liderança, com 25 pontos e a Sérvia aparece em terceiro lugar, com 23.

A oposta Tandara se destacou e foi a maior pontuadora do confronto, com 31 pontos (26 de ataque, três de bloqueio e dois de saque). A ponteira Amanda também teve boa pontuação, com 10 pontos. Pelo lado da Holanda destaques para a ponteira Buijs e a oposta Sloetjes, com 19 pontos cada.

Ao final do duelo, a oposta Tandara comentou sobre a vitória e a atuação do Brasil no confronto contra a Holanda.

“Essa semana na Holanda foi decisiva para o nosso grupo. Conseguimos três resultados positivos importantes que serão fundamentais na nossa campanha. Hoje enfrentamos a Holanda que contou com o apoio de um ginásio lotado e alcançamos a vitória. No terceiro set deixamos cair um pouco nosso ritmo, mas nos recuperamos no quarto. O grupo está de parabéns por essa semana”, disse Tandara.

A central Carol parabenizou o grupo pela vitória e falou da sequência da competição.

“Sabíamos da importância desse jogo. Agora vamos para a China e enfrentaremos três seleções fortes e de tradição. Foi bom jogarmos com a Holanda que sacou muito bem. Conseguimos superar algumas dificuldades na partida e saímos daqui felizes com mais três pontos”, afirmou Carol.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da partida e elogiou a recuperação das brasileiras no quarto set.

“Passamos por dificuldades desde o início do jogo. Todos os sets que vencemos foram muito parelhos e próximos. Nosso terceiro set foi irreconhecível e o importante foi a volta que tivemos no quarto set com agressividade no saque e uma boa relação entre o bloqueio e a defesa. Foi uma vitória importante para na nossa trajetória na Liga das Nações”, analisou José Roberto Guimarães.

Campanha do Brasil

Na primeira semana da competição, em Barueri (SP), o Brasil foi superado pela Alemanha na estreia, por 3 sets a 1, e assegurou duas vitórias – sobre Japão e Sérvia, ambas pelo mesmo placar. Na segunda semana, em Ancara, na Turquia, o Brasil venceu as donas da casa por 3 sets 1 e conseguiu dois resultados positivos – sobre Argentina e República Dominicana, por 3 sets a 0. Na terceira semana, em Apeldoorn, na Holanda, além da vitória sobre as donas da casa, o Brasil levou a melhor sobre a Coréia do Sul por 3 sets a 1 e a Polônia por 3 sets a 0.

A competição 
A Liga das Nações acontece pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição tem 16 equipes na disputa pelo título. 
A cada semana são formados quatro grupos com quatro seleções cada, definidos em sorteio. Ao fim da fase classificatória, as cinco equipes mais bem classificadas avançarão à Fase Final, que contará ainda com a China, país sede. A Fase Final acontecerá de 27 de junho a 1º de julho.

O JOGO

A Holanda fez os dois primeiros pontos do jogo. O time da casa foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). Quando as europeias abriram quatro pontos (10/6), o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Se aproveitando dos erros das holandesas, o Brasil encostou no marcador (12/11). Com Tandara bem no ataque, o time verde e amarelo abriu abriu dois pontos (14/12). Bem no bloqueio, as brasileiras fizeram 17/14. O Brasil segurou uma reação da Holanda e venceu o primeiro set por 25/23.

A Holanda voltou melhor para o segundo set e fez 5/3. A levantadora Roberta jogava com velocidade e o time verde e amarelo empatou (5/5). Quando as holandesas abriram quatro pontos (10/6), o treinador José Roberto Guimarães parou o jogo. Com Roberta bem no saque, o time verde e amarelo empatou (11/11). O Brasil foi para o segundo tempo técnico com um de vantagem (16/15). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. Bem no bloqueio, o time verde e amarelo abriu dois pontos (22/20). Com um ponto de saque da levantadora Roberta, o Brasil venceu o set por 26/24.

A Holanda começou melhor o terceiro set e fez 10/6. Quando o time holandês fez 14/8, o treinador José Roberto Guimarães parou o jogo. Bem no saque, o time da casa abriu nove pontos (18/9). A Holanda foi melhor até o final e levou a melhor no terceiro set por 25/13.

O início do quarto set foi marcado pelo equilíbrio. Com Roberta bem no saque, o Brasil abriu três pontos (7/4). A Holanda cresceu de produção e empatou (11/11). Se aproveitando dos erros do time da casa, o Brasil voltou a abrir no marcador (16/13). A Holanda encostou no final da parcial e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo (21/20). O Brasil foi melhor na parte final do set e venceu a parcial por 25/22 e o jogo por 3 sets a 1,

Equipes:

Brasil: Roberta, Tandara, Gabi, Amanda, Adenízia e Bia. Líbero – Suelen 
Entraram – Monique, Macris, Carol e Rosamaria
Técnico – José Roberto Guimarães
Holanda: Dijkema, Sloetjes, Buijs, Grothues, Belien e Koolhaas . Líberos – Knip e Shoot 
Entraram – Plak, Stoltenborg e Jasper 
Técnico – Jamie Morrison

GALERIA DE FOTOS: 
http://www.volleyball.world/en/women/schedule/8862-netherlands-brazil/post#mediaGallery
1ª semana:
Barueri (SP)
15.05 – Brasil 1 x 3 Alemanha (25/15, 22/25, 18/25 e 20/25)
16.05 – Brasil 3 x 1 Japão (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11) 
17.05 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/22, 25/14 e 25/21) 
2ª semana: 
Ancara (Turquia) 
22.05 – Brasil 3 x 1 Turquia (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21) 
23.05 – Brasil 3 x 0 Argentina (25/9, 25/21 e 25/14) 
24.05 – Brasil 3x 0 República Dominicana (25/20, 25/10 e 25/13) 
3ª semana: 
Apeldoorn (Holanda) 
29.05 – Brasil 3 x 1 Coréia do Sul (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20) 
30.05 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/20, 25/20 e 25/23) 
31.05 – Brasil 3 x 1 Holanda (25/23, 26/24, 13/25 e 25/22) 
Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo