+ Noticias

10/07/2018 08:39

Olho neles! Brasil vai com dois top 10 para o Mundial Sub-20 de atletismo, na Finlândia

(GE)

Delegação brasileira terá 20 atletas, 13 mulheres e sete homens; mato-grossense do salto triplo está no top 5 do ranking mundial; amazonense do dardo é o 10º do mundo; SporTV transmite

A nata da nova geração do atletismo brasileiro terá um grande desafio a partir desta terça-feira. Entre 10 e 15 de julho, 20 atletas vão representar o país no Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20 na cidade de Tampere, na Finlândia. A equipe conta com dois top 10 na lista: Mirieli Estaili, 5 do mundo do salto triplo, e Pedro Henrique Rodrigues, número 10 do lançamento de dardo. Outra coisa que chama a atenção é a presença expressiva de mulheres: 13 no total, sendo oito velocistas. Um perfil bem diferente da equipe que disputou a edição passada, quando a delegação brasileira levou 12 atletas para a Polônia - 11 homens e apenas uma mulher. O melhor resultado foi obtido pelo paranaense Mikael Antonio de Jesus, que terminou em quarto lugar nos 400m com barreiras. 

O SporTV 2 transmite a competição de terça a sexta e o SporTV 3 mostra as disputas do fim de semana.

 
Delegação brasileira reunida em São Paulo antes do embarque para a Finlândia. (Foto: Marcos Vieira )

Delegação brasileira reunida em São Paulo antes do embarque para a Finlândia. (Foto: Marcos Vieira )

Após uma preparação final de três dias no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista, a delegação embarcou sábado para a Finlândia. A única atleta a não participar do camping foi Isabel Demarco de Quadros, do salto com vara, a pedido do experiente técnico Elson Miranda, que preferiu manter os últimos treinos em São Caetano do Sul. Isabel se mudou para São Paulo em janeiro de 2017 para ser acompanhada pelo técnico que treinou os dois principais nomes do salto com vara no Brasil, a campeã mundial Fabiana Murer e o campeão olímpico Thiago Braz.

- A Isabel está bem treinada e confiante. O objetivo dela é tentar ir para a final. A marca é de 4.25m para classificar, mas provavelmente com 4.10m deve entrar. Então ela tem que repetir a melhor marca dela, precisa estar bem concentrada. Isabel é uma atleta veloz mas que ainda tem que melhorar a parte técnica. - avaliou o treinador da brasileira que tirou onda nas redes sociais ao postar nesta segunda-feira (9) uma foto tirada em Tampere com a grande revelação do salto triplo masculino, o sueco Mondo Duplantis, de apenas 18 anos e 1,68m de altura, dono da terceira melhor marca do ano na prova, 5.93m. Mondo também compete em Tampere.

De olho neles...

Além de Isabel, outra promessa da equipe feminina é Mirieli Estaili, quinta colocada do mundo no salto triplo na categoria sub-20, ela é a brasileira com a melhor posição no ranking mundial, entre todos os convocados do país. A atleta de 19 anos, nascida no Pará, obteve a marca de 13,45m em abril, em um Festival de Saltos em Cuiabá. A marca mínima exigida pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) para o Mundial era de 13,05m. Quem lidera o ranking do salto triplo sub-20 é a búlgara Aleksandra Nacheva, com 14.00m. A única do top 5 a atingir os 14 metros.

- Eu estou muito confiante pra essa primeira participação no Mundial, espero melhorar minha marca aqui, se possível subir no pódio, espero que todo mundo fique na torcida!

Mirieli é uma das revelações da Associação Sorrisense de Atletismo, que tem o projeto social “Sementes de Ouro” com crianças de 10 a 17 anos na cidade de Sorriso, Mato Grosso. Em junho, Mirieli não disputou o Brasileiro Sub-20 pois estava se recuperando de uma lesão muscular e foi poupada. Agora, está 100% recuperada e pronta pra saltar uns 13,80m em sua primeira participação no Mundial, essa é a expectativa do técnico Marcos Vieira. A recordista do salto triplo no Brasil nesta temporada é Núbia Soares, com 14,59m. Em segundo lugar, está Keila Costa com 13,90m. Mirieli é a terceira melhor do país, mesmo sendo sub-20.

- Eu até sigo Mirieli nas redes sociais, ela e a Nerisnelia Souza (outra atleta de Sorriso-MT) estão muito bem, evoluindo com o trabalho do Marquinhos, são meninas muito fortes, acho que Tóquio promete! Vai ser uma briga boa, Núbia tem melhorado bastante nos últimos anos, todas vão estar saltando muito bem, o que é bom pro Brasil - avaliou Keila Costa após alcançar 13.90m no GP Brasil de Atletismo, sua melhor marca desde a lesão que sofreu na Rio 2016.

Alisson Brendom dos Santos comemora o ouro no Mundial Sub-18 de Nairóbi em 2017  (Foto: Getty Images / IAAF )

Alisson Brendom dos Santos comemora o ouro no Mundial Sub-18 de Nairóbi em 2017 (Foto: Getty Images / IAAF )

Alisson Brendom, que integrou no ano passado o revezamento misto 4x400m medalha de ouro do Mundial Sub-18 de Nairóbi, no Quênia, chega com grande chance de disputar a final dos 400m com barreiras, prova em que tem o 12º tempo do ano, 50s48.

Pedro Henrique é top 10 no lançamento de dardo (Foto: Fernanda Davoglio/CBAt)

Outro candidato forte na equipe masculina é o amazonense Pedro Henrique Rodrigues, do lançamento do dardo. Bicampeão brasileiro sub-23, bicampeão sul-americano sub-20, campeão brasileiro sub-20, tricampeão brasileiro sub-18 e vice-campeão do Troféu Brasil, Pedro está entre os 10 melhores atletas do mundo na categoria este ano e chega para o Mundial com 73,02m, lembrando que seu melhor resultado na carreira foi 74,58m, alcançado no Pan-Americano sub-20 disputado em 2017 no Peru.

- Tenho um histórico familiar. Meu tio, Jander Cardoso foi o primeiro da família no esporte, então já é de família. Fico feliz de fazer história assim como ele fez. E pretendo ir mais longe: quero ser campeão mundial sub-20, se possível, com a melhor marca - concluiu.

Lorraine Martins lidera os 100m e os 200m do ranking brasileiro sub-20  (Foto: Wagner Carmo / CBAt )

Lorraine Martins lidera os 100m e os 200m do ranking brasileiro sub-20 (Foto: Wagner Carmo / CBAt )

 

O forte time feminino de velocistas também quer fazer bonito no Tampere Stadium. O Brasil chega muito bem para as provas de revezamento, com destaques para Lorraine Martins e Giovana dos Santos. Lorraine ficou em quarto lugar nos 100m e nos 200m do Mundial Sub-18 ano passado. Giovana foi medalha de bronze nos 400m e ouro no 4x400m misto ao lado de Alisson Brendom.

- Teremos 20 atletas neste Mundial e todos qualificados para a disputa de uma boa colocação - avaliou Neusa Amaral, treinadora de Lorraine.

- Pretendo ter um bom resultado, sair da pista sabendo que fiz o meu melhor e ficar orgulhosa de mim mesma. - afirmou Giovana.

Giovana Rosália dos Santos não disfarça a alegria de estar no Mundial da Finlândia  (Foto: Giovana Rosália dos Santos / Cedida)

Giovana Rosália dos Santos não disfarça a alegria de estar no Mundial da Finlândia (Foto: Giovana Rosália dos Santos / Cedida) 

Thiago Braz e Paulo André são exemplos de sucesso

Na história da competição, iniciada em Atenas, na Grécia, em 1986, o Brasil tem 12 medalhas (3 de ouro, 1 de prata e 8 de bronze). O campeão olímpico do salto com vara, Thiago Braz, por exemplo, deu ouro ao Brasil no Mundial Sub-20 de Barcelona, na Espanha, em 2012. Outra referência para a os jovens atletas é o velocista Paulo André Camilo que vive uma grande fase na carreira e alcançou 10s06 nos 100m em Madri este ano - segunda melhor marca da história do atletismo brasileiro na prova. O paulista, capixaba de coração, competiu na última edição do Mundial Sub-20 realizada na Polônia e terminou em quinto lugar na disputa dos 100m. Aliás, o Brasil foi o único país a classificar dois atletas para a final dos 100m, Derick Souza também correu e chegou em sétimo. 

Estrangeiros que prometem dar o que falar

Mais de 1400 atletas de quase 150 países vão passar pelo Mundial Sub-20 da Finlândia. O jamaicano Christopher Taylor chega como líder dos 200m e dos 400m. Seu melhor resultado nos 200m, 20s35, foi o segundo da história do atletismo jamaicano sub-20, atrás apenas do raio multicampeão Usain Bolt. O etíope Selemon Barega quer se tornar o primeiro atleta a vencer os 5.000m duas vezes seguidas no Mundial Sub-20, já que levou o ouro na prova em 2016. 

Etíope Selemon Barega, ouro na etapa de Estocolmo da Diamond League, é o favorito nos 5000m  (Foto:  TT News Agency / Christine Olsson via REUTERS)

Etíope Selemon Barega, ouro na etapa de Estocolmo da Diamond League, é o favorito nos 5000m (Foto: TT News Agency / Christine Olsson via REUTERS)

O fenômeno sueco do salto com vara, Armand "Mondo" Duplantisestará na competição. O baixinho prodígio é dono dos oito melhores saltos na história do atletismo sub-20, indoor e outdoor, seu melhor resultado na carreira foi 5,93m. No salto triplo, o cubano Jordan Diaz, de 17 anos, espera repetir o ouro do Mundial sub-18. No feminino, Samantha Watson vem assombrando os amantes das provas de meia distância! A jovem americana venceu os 800m no Mundial sub-18 em 2015 e no Mundial sub-20 em 2016. A queniana Celliphine Chepteek Chespol é o grande nome dos 3000m com obstáculos. Já Alexandra Emilianov, da Moldávia, espera confirmar o favoritismo no lançamento do disco. Os Estados Unidos nunca conquistaram uma medalha no salto em distância feminino do Mundial Sub-20, mas Tara Davis promete mudar essa história. 

Relação de brasileiros e provas: 

  • Masculino
    Vittor Matheus Souza (Espéria-SP) – 110 m c/barreiras 
    Bruno Benedito da Silva (Orcampi Unimed-SP) – 400 m
    Alisson Brendom dos Santos (Pinheiros-SP) – 400 m – 400 m c/barreiras
    Matheus Gabriel Correa (AABLU-SC) - 10.000 m marcha atlética
    Weslley Bevilaqua Beraldo (ASSEMPAR-PR) - distância
    Pedro Henrique Rodrigues (Endurance-AM) - dardo
    Luiz Mauricio Dias (UFJF-MG) – dardo
  • Feminino
    Lorraine Barbosa Martins (EMFCA-RJ) – 100 m – 200 m – 4x100 m – 4x400 m
    Gabriela Mourão (Futuro Olímpico-RJ) – 100 m – 4x100 m
    Leticia Nonato Lima (CT Piauí –PI) – 200 m – 4x100 m – 4x400 m
    Tiffani Beatriz Marinho (Orcampi Unimed-SP) – 400 m – 4x400 m
    Giovana Rosalia dos Santos (FCTE-SP) – 400 m – 4x400 m
    Micaela Rosa de Mello (UCA-SC) – 100 m c/barreiras – 4x100 m
    Marlene Ewellyn Santos (EMFCA-RJ) – 400 m c/barreiras – 4x400 m
    Chayenne Pereira da Silva (EMFCA-RJ) – 400 m c/barreiras – 4x100 m - 4x400 m
    Isabel Demarco de Quadros (IEMA São Caetano-SP) - vara
    Mirieli Estaili Santos (ASA Sorriso-MT) - triplo
    Ana Caroline Miguel da Silva (APCEF-MG) - peso
    Valquiria Meurer (IEMA/São Bernardo/CAIXA-SP) – disco
    Fabielle Samira Ferreira (SESI-SP) – dardo 

Dia 1 - Brasileiros* 

  • 4h20 - Fabielle Samira Ferreira - lançamento do dardo (Grupo B)
  • 5h20 - Weslley Bevilaqua Beraldo - salto em distância (Grupo A)
  • 10h15 - Isabel Demarco de Quadros - salto com vara (Grupo B)
  • 10h58 - Giovana Rosalia dos Santos - 400m (Série 2)
  • 11h06 - Tiffani Beatriz Marinho - 400m (Série 3)
  • 12h05 - Valquiria Meurer - lançamento do disco (Grupo B)
    * a partir das 10h no Sportv 2 (horário de Brasília).
 
 
 

© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo