Basquete

01/12/2014 23:27

Não deu para MT: SC e MS faturam título do Brasileiro de Basquetebol da 2ª divisão

As seleções de Santa Catarina, no masculino, e do Mato Grosso do Sul, no feminino, soltaram o grito de campeão do Campeonato Brasileiro Sub-17 da 2ª Divisão, encerrado, nesta segunda-feira (dia 1º), no Ginásio do Clube de Engenharia, em Goiânia (GO). Para reconquistar o seu lugar na divisão de elite em 2015, os catarinenses fizeram uma campanha invicta e dominaram o lugar mais alto do pódio após vencer na final os mato-grossenses por 90 a 71 (41 a 45 no primeiro tempo).
Alexei Gustavo foi responsável por 18 dos 90 pontos na vitória que levou Santa Catarina ao título e estava muito feliz com o resultado.
“Essa é minha segunda participação no Brasileiro e a primeira medalha de ouro. Esse campeonato me abriu portas e hoje acredito que a experiência em quadra é bem maior. Meus pais sempre me incentivaram e pude contar com um enorme apoio familiar”, revelou o atleta, que é filho do treinador das Seleções Femininas de Base, Júlio César Patrício.
Com vaga garantida na 1ª Divisão no próximo ano, o técnico George Salles garantiu que a defesa e o entrosamento foram pontos primordiais para o sucesso da equipe. 
“Eles levaram para dentro de quadra essa união. Deixaram a desejar algumas vezes, mas estavam muito focados e com força de vontade. O nosso maior objetivo foi alcançado, que era colocar Santa Catarina de volta na 1ª Divisão. Valeu demais trabalhar com esse grupo, eles mereceram esse título”, comentou o técnico. 
Na briga pelo ouro feminino, as atletas do Mato Grosso do Sul também faturaram o título invicto. Na decisão, a seleção sul-mato-grossense superou o Espírito Santo por 58 a 44. A ala/pivô Karen Lourenço, do Mato Grosso do Sul, foi o destaque da equipe campeã e cestinha do campeonato. A jogadora de 1,74m iniciou sua paixão pelo esporte no município de Eldorado, localizado no sudoeste do estado e a 441km da capital Campo Grande. Do interior para a capital, Karen revelou que treinar é o segredo para a vitória e que pretende ir muito mais longe.
“Nossos treinos são muito detalhados e a cada dia ganho mais confiança e experiência. Sei que a gente colhe o que se planta, e no esporte também é assim, tem que praticar. Vou continuar me esforçando e aperfeiçoando minhas habilidades. Esse prêmio individual do Brasileiro serve para me incentivar ainda mais”, assegurou.
Já o treinador Adriano Santos destacou a importância de encerrar a temporada 2014 com um título nacional e a vaga na 1ª Divisão em 2015. 
“A equipe teve sua consagração ao conquistar essa vitória na final, Esse título tem um peso muito grande porque ser campeão fecha um ciclo glorioso de 2014. Fizemos uma boa campanha e agora é trabalhar ainda mais para se manter na Divisão Especial. O time está de parabéns, jogaram com força e muita garra. Realmente valeu a pena”, declarou o técnico. 
Disputa da medalha de bronze
Na decisão da medalha de bronze a equipe feminina do Ceará venceu a da Paraíba por 57 a 43 (15 x 22), com 13 pontos e três rebotes da cestinha Ana Rafaela. Na equipe paraibana, Maryanna Karlla converteu 12 pontos e pegou cinco rebotes.
Já na decisão masculina, o Pará ganhou da Bahia por 78 a 58 (33 a 14). O paraense Matheus Enhrin foi o principal pontuador da partida ao marcar 22 pontos e seis rebotes, enquanto o baiano Felipen Araújo foi o destaque de sua equipe ao anotar 12 pontos e sete rebotes. 
Os dois times também garantiram a vaga na 1ª Divisão do Brasileiro, em 2015.
Seleção do Campeonato
O cestinha do Campeonato Brasileiro foi Matheus Ribeiro (MT) com 116 pontos. O troféu de melhor reboteiro da competição ficou com Matheus Enhrin (PA) com 37, enquanto o número 1 nas assistências foi Alexei Gustavo (SC), com 15. A Seleção do campeonato foi formada pelos armadores Alexei Gustavo (SC) e Lucas Santana (AM); pelo ala Samuel Cezar Ferreira (PA); e pelos pivôs Felipe Araujo (BA) e Matheus Ribeiro (MT). 
Já a principal pontuadora do Brasileiro foi Karen Lourenço (MS) com 96 pontos. O troféu de melhor reboteira da competição foi para Jullyne de Sá (PA), com 69 rebotes. Já a líder nas assistências foi Yasmin Nunez (MS) com 17. A Seleção do campeonato foi formada pelas armadoras Maryanna Farias (PB) e Ana Rafaela (CE); pela ala Ana Luisa Rabelo (ES); e pelas pivôs: Karen Lourenço (MS) e Julynne de Sá (PA).
O Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-17 Feminino e Masculino é organizado e realizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), com apoio da Federação Goiana de Basquetebol e financiado com recursos do BRADESCO por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, programa do Ministério do Esporte.
Confira as fotos das partidas: Brasileiro Sub-17 - 2ª DIVCrédito: William Lucas/Inovafoto
CAMPEONATO BRASILEIRO SUB-17 FEMININO E MASCULINO DA 2ª DIVISÃO 
Local: Clube do Engenharia (Goiânia / GO)
Disputa de 7º e 8º lugares

Masculino
Maranhão 75 x 47 Acre (1º tempo 35 x 24)
Cestinhas: José Guilherme (MA) 15pts e Alessandro Chain (AC) 11pts
Arbitragem: Ana Carolina (RN), Marco Batalha (AM) e João Sá (ES)
Feminino:
Pará 64 x 28 Amazonas (1º tempo 22 x 12)
Cestinhas: Jullyne Sá (PA) 23pts e Ingrid Lopes (AM)
Arbitragem: Janilda da Rocha (AC), Jasmine Farias (CE) e Ivanilson Alencar (BA)

Disputa de 5º e 6º lugares

Masculino
Amapá 69 x 51 Rio Grande do Norte (1º tempo 35 x 21)
Cestinhas: Lucas Lacerda (AP) 29pts e Gustavo Borges (RN) 10pts
Arbitragem: Edglay Damião (PB), Divaldo de Souza (PA) e Hélio Santos (SC)
Feminino:
Alagoas 42 x 51 Bahia (1º tempo 21 x 19)
Cestinhas: Daniele silva (AL) 12pts e Ana Flávia (BA) 14pts
Arbitragem: Danilo Bagundes (AP), Douglas Vasques (MS) e Elverson de Jesus (GO)

Disputa da Medalha de Bronze

Masculino
Pará 78 x 58 Bahia (1º tempo 33 x 14)
Cestinhas: Matheus Enhrin (PA) 22pts e Felipen Araújo (BA) 12pts
Arbitragem: Danilo Bagundes (AP), Noraldino da Silva (MT) e João Sá (ES)

Feminino
Paraíba 43 x 57 Ceará (1º tempo 15 x 22)
Cestinhas: Maryanna Karlla (PB) 12pts e Ana Rafela (CE) 13pts
Arbitragem: Ruy Amanjás (PA), Noraldino da Silva (MT) e Dieny Conceição (BA)

Disputa da Medalha de Ouro

Masculino
Santa Catarina 90 x 71 Mato Grosso (1º tempo 41 x 45)
Cestinhas: Matheus Ribeiro (MT) 24pts e Alexi Gustavo (SC) 18pts
Arbitragem: Ruy Amanjás (PA), Edglay Damião (PB) e Divaldo de Souza (PA)

Feminino
Espírito Santo 44 x 58 Mato Grosso do Sul (1º tempo 21 x 31)
Cestinhas: Karen Lourenço (MS) 27pts e Giovanna Farkas (ES) 10ptsc
Arbitragem: Marilucia Silva (AL), Ana carolina (RN) e Dieny Conceição (BA)


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo