COPA DO MUNDO 2018

10/05/2018 12:16

Olha a zebra! Confira seleções menores que surpreenderam em Copas do Mundo

Costa Rica, Coreia do Sul e Camarões são algumas das seleções que chegaram longe em mundiais e surpreenderam as equipes mais tradicionais.

Os jogos das Copas do Mundo são sempre muito bem jogados, mas sempre se espera mais daquelas seleções tradicionais, que já possuem títulos no curículo. Assim, equipes como Brasil, Alemanha, Espanha, Argentina e Portugal são mais cobrados do que outros. 

Porém, engana-se quem acredita que a história de todas as Copas do Mundo são escritas préviamente, com candidatos certos para desputarem as quartas de final, as semis e a final. Estamos falando de futebol e, por isso, sempre há espaço para surpresas. Durante a história da competição algumas seleções menores desbancaram gigantes e fizeram uma campanha de dar inveja a qualquer equipe grande! Relembre. 

Estados Unidos (1930)

A seleção americana foi a primeira surpresa da história das Copas do Mundo
Reprodução
A seleção americana foi a primeira surpresa da história das Copas do Mundo

A Copa de 1930 foi a primeira da história e já contou com uma surpresa. Não se esperava muito da seleção americana que era formada basicamente por imigrantes europeus, mas ela chegou até as semifinais, sendo eliminada pela Argentina. 

Os Estados Unidos ganharam os jogos da primeira fase contra a Bélgica e o Paraguai, ambos por 3 a 0. Acabou a competição em terceiro lugar, melhor posição da equipe até hoje. 

Coreia do Norte (1966)

A seleção norte coreana eliminou a Itália na Copa do Mundo de 1966
Reprodução Twitter
A seleção norte coreana eliminou a Itália na Copa do Mundo de 1966

A seleção norte coreana estreava na Copa e eliminou ninguém mais, ninguém menos do que a Itália, bicampeã mundial, ainda na fase de grupos. A surpresa foi imensa já que a Azurra precisa apenas empatar para se classificar às quartas, mas acabou perdendo por 1 a 0 e cedendo a vaga. 

A seleção da Coreia do Norte acabou eliminada nas quartas por Portugal. Mesmo assim, já havia escrito sua história no mundial que aconteceu na Inglaterra. 

Camarões (1990)

A seleção de Camarões deu um susto na Argentina de Maradona! No primeiro jogo da competição que aconteceu em 1990, os camaroneses ganharam por 1 a 0, surpreendendo todo mundo. 

Como um esquema de jogo dinâmico e rápido a equipe africana comandada pelo experiente atacante Roger Milla chegou até as quartas de final. A Argentina por sua vez foi à final, perdendo para a Alemanha Ocidental. 

Romênia (1994) 

A seleção de 1994 conseguiu o melhor resultado da história do futebol romeno: 6º lugar. Mas não foi apenas isso, teve também atuação de gala nas vitória contra duas das favoritas ao título. Bateram a Colômbia por 3 a 1 e a Argentina por 3 a 2. 

Foram eliminados nas quartas de final, contra a Suécia. O jogo acabou empatado em 2 a 2 e foi para as penalidades máximas. Pior para a Romênia. 

Bulgária (1994)

Não foi só a Romênia que surpreendeu na Copa de 1994, a seleção da Bulgária foi além e conquistou o quarto lugar! Tudo começou ainda nas eliminatórias, quando os búlgaros se classificaram e deixaram a França de fora. 

A estreia na competição mundial começou com derrota, mas os próximos jogos foram redentores: 4 a 0 em cima da Grécia e 2 a 0 na Argentina. Nas oitavas de final a vitória veio nos pênautis, vencidos por 3 a 1 em cima do México. O jogo das quartas foi o mais impressionante, 2 a 1 em cima da fortíssima Alemanha, então tricampeã mundial.

O jogo contra a Alemanha foi também a última vitória na competição. Na semifinal, a seleção da Bulgária perdeu para a Itália por 2 a 1. Na disputa pelo terceiro lugar, tomou uma goleada da Suécia, 4 a 0. 

Croácia (1998) 

Antes parte da Iugoslávia, país que era conhecido pela boa seleção que manteve durante anos, a Croácia se tornou independente em 1991. Sete anos depois, em 1998, disputou seu primeiro mundial e acabou com a incrível colocação de 3º lugar. 

Na fase de grupos foram duas vitórias, 3 a 1 em cima da Jamaica e 1 a 0 sobre o Japão. A derrota foi para a Argentina, por 1 a 0. Já nas oitavas, a vitória foi em cima da Romênia com um gol de pênalti feito no fim. As quartas marcou o confronto era com a forte Alemanha e a pincipal vitória naquela competição, 3 a 0. 

A semifinal foi contra a anfitriã França e não deu mais para a zebra. A Croácia saiu na frente, mas os franceses viraram a partida que terminou com o placar de 2 a 1. A disputa de terceiro lugar foi contra a Holanda, resultado: Croácia 2 a 1. 

Coreia do Sul (2002)

O triunfo da Coreia do Sul na Copa de 2002 teve grande influência da arbitragem. Anfitriões ao lado do Japão, os coreanos conquistaram a quarta colocação. 

Nas oitavas de final a Coreia do Sul eliminou a Itália, houve muita polêmica em torno pêunalti inexistente dado na prorrogação a favor dos donos da casa, lance que culminou na expulsão do italiano Totti. O caminho para a vitória sul coreana estava aberto. Logo depois um gol italiano legal foi invalidado. 

Nas quartas contra a Espanha a história se repetiu. Teve falta marcada no que seria o primeiro gol espanhol, teve gol legal anulado na prorrogação e, na disputa de pênauties, teve adiantamento do goleiro coreano validado. O time que passou a ter a antipatia de todos perdeu para a Alemanha na semifinal. 

Turquia (2002)

A Turquia foi a surpresa da Copa de 2002, terminando a competição em terceiro lugar. O primeiro jogo foi contra a seleção brasileira e por pouco não terminou empatado, o Brasil só ganhou graças a um pênalti marcado devido a uma falta que aconteceu fora da grande área. 

Depois veio um empate contra a Costa Rica e a vitória por 3 a 0 em cima da China, o que garantiu a classificação para as oitavas de final. Venceram o Japão por 1 a 0 e nas quartas o Senegal, também por 1 a 0. Na semifinal deu de cara novamente com o poderoso Brasil e foi eliminada. Ficaram com o terceiro lugar da competição. 

Senegal (2002)

Outra seleção que se destacou em 2002 foi a do Senegal, cainda apenas nas quartas de final para a Turquia. A campanha dos africanos foi impressionante, eles haviam caído no considerado "grupo da morte" para a equipe, mas logo no primeiro jogo venceram a França por 1 a 0. 

Depois veio um empate com a Dinamarca e com o Uruguai, o que resultou na classificação para a fase eliminatória. A vitória de 2 a 1 em cima da Suécia trouxe a vaga para as quartas de final, contra a Turquia, quando sofreu a eliminação. 

Costa Rica (2014) 

O sorteio dos grupos da Copa de 2014 deixou os torcedores da Costa Rica tristes, mas eles não imaginavam o que estava por vir. A equipe que jogou a primeira fase contra Uruguai, Itália e Inglaterra acabou em primeiro lugar do grupo, mandando italianos e ingleses para casa precocemente. 

Nas oitavas de final enfrentou a Grécia, o confronto foi definido nos pelnâties e a Costa Rica levou a melhor. O confronto das quartas de final foi com a Holanda e também foi para as penalidades máximas, mas desse vez os Ticos não tiveram a mesma sorte e foram eliminados. Mesmo assim, foram a sensação da Copa naquele ano. 

Copa do Mundo de 2018 contará com a estreia da Islândia e com o retorno após muito tempo de algumas seleções menores, como o Peru e o Egito. Essa última, inclusive, conta com a presença de Salah, jogador que tem dado o que falar com atuações de gala pelo Liverpool, time que defende. Será que alguma dessas equipes irá surpreender? 

 

Fonte: Esporte - iG @ http://esporte.ig.com.br/futebol/copa-do-mundo-2018/2018-05-09/copas-do-mundo-surpresas.html


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo