COPA DO MUNDO 2018

20/06/2018 09:44

Copa do Mundo já tem 3 cortados por lesão depois da 1ª rodada

(ESPN)

Gols, festa, surpresas e também uma dose de frustração. A primeira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo não registrou apenas momentos positivos dentro do campo. Afinal, para alguns atletas, ela já representou o fim da linha.

Nas 16 partidas realizadas na rodada inaugural do torneio na Rússia, sete jogadores precisaram ser substituídos durante seus respectivos confrontos por lesão, sendo luxação, problema muscular, concussão ou fratura.

Certo é que três deles já foram tidos como baixas certas para o restante da competição.

Vale mencionar que só foram considerados os casos de atletas que se contundiram durante os 90 minutos.

Alan Dzagoev (Rússia)

Dzagoev sente lesão durante a abertura da Copa do Mundo de 2018, entre Rússia e Arábia Saudita

© Shaun Botterill/Getty Images Dzagoev sente lesão durante a abertura da Copa do Mundo de 2018, entre Rússia e Arábia Saudita

Uma das principais referências técnicas do elenco russo, o meia-atacante sentiu um problema no músculo posterior da coxa esquerda em uma arrancada, sozinho, e acabou substituído logo aos 24min do primeiro tempo da partida contra a Arábia Saudita, na abertura do Mundial.

Nenhuma informação oficial foi divulgada sobre o jogador do CSKA Moscou, que não esteve à disposição para a segunda partida do time anfitrião - a vitória por 2 a 1 sobre o Egito, nesta terça-feira. Assim, sua participação na última rodada segue uma incógnita.

Nordin Amrabat (Marrocos)

Noureddine Amrabat deixa o campo acompanhado pelo médico da seleção iraniana© Getty Images Noureddine Amrabat deixa o campo acompanhado pelo médico da seleção iraniana

O meia-atacante, titular como ala direito na derrota de Marrocos para o Irã, precisou deixar o campo aos 31min da etapa final, quando sofreu uma concussão em decorrência de choque com um jogador adversário. Ele acabou substituído por Sofyan, seu irmão. Com tontura, foi prontamente levado a um centro hospitalar de São Petersburgo.

O atleta passou a noite internado, e a Real Federação Marroquina de Futebol disse que Amrabat ficaria fora por pelo menos uma semana. Assim, é desfalque certo contra a Espanha, nesta quarta.

William Kvist (Dinamarca)

William Kvist deixa o campo após fraturar a costela em Dinamarca x Peru© Getty Images William Kvist deixa o campo após fraturar a costela em Dinamarca x Peru

A participação do volante no Mundial durou apenas 35 minutos, já que sofreu uma fratura na costela após ser atingido por Jefferson Farfán em disputa pelo alto, durante a vitória da Dinamarca sobre Peru por 1 a 0, no sábado. Um dia depois, a seleção dinamarquesa confirmou que o meio-campista era o primeiro atleta cortado do torneio.

Park Joo-Ho (Coreia do Sul)

Dois duas depois do primeiro corte, vieram o segundo e o terceiro. Durante a derrota para a Suécia por 1 a 0, na segunda, o lateral esquerdo sul-coreano tentou alcançar um passe e acabou sentindo um problema na coxa direita, que o tirou do gramado com 28 minutos de bola rolando. A contusão o deixará como baixa por até três semanas, e sua ausência no restante do Mundial foi confirmada nesta terça.

Mouez Hassen (Tunísia)

Às lágrimas, o goleiro titular da Tunísia deixou o gramado para ser substituído por Farouk Ben Mustapha, aos 16min do primeiro tempo. O goleiro até fez uma defesaça, mas Harry Kane aproveitou o rebote e abriu o placar para a Inglaterra. O choro, porém, veio por conta da lesão que sofreu no ombro esquerdo, como já se soubesse o que viria pela frente.

Nesta terça-feira, um dia depois da derrota dos tunisianos por 2 a 1, a seleção confirmou o corte de Mouez Hassen, por conta da luxação no ombro.

Dele Alli (Inglaterra)

O meio-campista titular da seleção inglesa sofreu um problema na coxa ainda no primeiro tempo da partida contra os tunisianos, mas seguiu em campo até os 35min do segundo tempo. Nesta terça, ele não treinou e foi submetido a um exame de imagem, o que gera uma preocupação para o duelo diante do Panamá, no domingo.

Jakub Blaszczykowski (Polônia)

O meia da seleção polonesa foi titular diante do Senegal, na derrota por 2 a 1, e acabou substituído no intervalo após sentir um problema na panturrilha direita.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo