Esportes - Geral

07/08/2017 08:02

Cuiabá decepciona em casa e fica longe do G4

(GE)

Em jogo válido pela 13ª rodada do Brasileiro da Série C, Sampaio Corrêa e Cuiabá se enfrentaram na noite deste domingo, na Arena Pantanal. Em jogo considerado de "seis pontos" pelo G-4 do Grupo A da competição melhor para a Bolívia Querida que venceu o Dourado por 3 a 1 e abriu sete pontos em relação ao rival.

O Cuiabá chegou a abrir o placar com Douglas Mendes, aos sete minutos do primeiro tempo. Na mesma etapa, aos 14 minutos, com Marlon, o Sampaio tratou de empatar o jogo. No segundo tempo, veio a virada tricolor. Com Isac, aos 17, e Felipe Marques, aos 18.

Com a vitória, o Sampaio foi aos 22 pontos e se igualou ao vice-líder Fortaleza, mas por conta do saldo de gols permanece na terceira colocação. O Cuiabá, com 15, caiu uma posição e agora é o sexto no Grupo A da Série C.

O Cuiabá volta a campo na Série C no próximo domingo, quando visita o Fortaleza, às 18h, na Arena Castelão. Antes, no sábado, o Sampaio recebe o Confiança, no Estádio Castelão, em São Luís (MA), às 16h.

O jogo começo com o pé enfiado no acelerador. Precisando vencer para seguirem sonhando com o acesso, Cuiabá e Sampaio iniciaram o duelo fazendo um confronto muito franco. As equipes partiram para cima uma da outra e logo cedo apareceram boas oportunidades.

Quem aproveitou primeiro as chances foi o Dourado. Logo aos sete minutos, Douglas Mendes aproveitou levantamento de Alê e de cabeça abriu o placar do jogo.

Mesmo com gol as equipes não mudaram suas posturas e seguiam fazendo um jogo aberto. Tanto, que aos 14 da primeira etapa o Sampaio chegou ao empate. O gol foi de Marlon que aproveitou o bom passe de Felipe Marques para deixar tudo igual.

Com as redes atingidas, as equipes seguiam em ritmo forte. Os times tinham boas chegadas ofensivas, mas pecavam na escolha final e não conseguiam chegar ao segundo gol.

Após os 35 minutos Cuiabá e Sampaio foram perdendo a força que tinham mostrado no primeiro tempo. Os times buscam respirar da pegada do começo do jogo e a partida foi ficando mais lenta.

A partir de então os times foram apostando nas ligações diretas e no chutes de fora da área. O resultado foi o excesso de passes errados e nada de bola na rede. Os times foram para o intervalo com o placar do bom começo do primeiro tempo, 1 a 1.

O segundo tempo veio e o panorama do final do primeiro tempo ficou. Os times aumentaram a força na marcação e com pouco espaço abusavam dos lançamentos longos e chutes de fora, que na maioria das vezes não levava perigo.

Até que o técnico Francisco Diá trouxe uma cartada do banco reserva. O treinador colocou Wellington Rato na vaga de Fernando Sobral e o Tricolor passou a ser mais vertical. Logo, o Tricolor cresceu na partida e o gol era questão de tempo.

O Sampaio tinha boas tramas ofensivas e aos 17 minutos Felipe Marques fez boa jogada e rolou para Isac marcar o gol da virada, 2 a 1. No minuto seguinte, Felipe Marques fez nova boa jogada e dessa vez ele mesmo converteu, 3 a 1.

Daí para frente, o Sampaio tratou de cozinhar o jogo. O Cuiabá tentava diminuir o placar, mas esbarrava na boa marcação da equipe maranhense.

Sampaio ia encaminhando a vitória com muita inteligência. FOi fazendo o tempo passar, enquanto o Cuiabá tentava ataques desorganizados. No fim, não deu outra. Vitória tricolor confirmada por 3 a 1.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo