Esportes - Geral

27/01/2018 06:04

STJD reverte decisão e recoloca União na semifinal da Copa FMF

(GE)

Uma reviravolta mexeu com dois clubes mato-grossenses nesta quarta-feira: Dom Bosco e União Rondonópolis. O pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) reverteu a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT), que retirou nove pontos da equipe colorada na Copa FMF do ano passado. Com esta decisão, as semifinais da competição e o 4ª representante de Mato Grosso na Copa do Brasil pode mudar.

A decisão coloca o União como rival do Dom Bosco na semifinal. Com os pontos perdidos pelo time de Rondonópolis, quem enfrentou o Azulão da Colina foi o Mixto. A classificação para a final garantiu ao Dom Bosco a 4ª vaga de Mato Grosso na Copa do Brasil e uma cota de R$ 500 mil.

Resultado

O julgamento do recurso no pleno do STJD foi realizado na manhã desta quarta-feira e os oito auditores divergiram no caso. Houve um empate em 4 a 4. Com isso, a decisão foi pela manuntenção do resultado de campo.

- A devolução dos 9 (nove) pontos retirados do clube Recorrente, o União Rondonópolis, na primeira fase da competição, confirmando-o como semifinalista do Grupo A da Copa FMF 2017, prevalecendo assim o resultado obtido em campo e a ordem original de classificação que se encerrou na primeira fase - determinou a decisão do STJD.

Com essa mudança no segundo semifinalista, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) vai ser notificada e o confronto precisa ser remarcado.

- Determinamos que sejam remarcadas e disputadas novamente, e o mais rápido possível, as duas partidas (ida e volta) do Grupo A da fase semifinal, entre os legítimos titulares da vaga nesta fase, Dom Bosco x União Rondonópolis - diz outro trecho da decisão. 

Como fica!?

Por ter sido finalista da Copa FMF, o Dom Bosco havia sido indicado pela FMF para a Copa do Brasil. A CBF fez o sorteio com o time da capital, que até já tem data para estrear: 07 de fevereiro contra o CRB-AL, na Arena Pantanal.

O diretor de competições da FMF, Diogo Carvalho, disse que por impactar em uma competição nacional - Copa do Brasil -, foi pedido uma orientação à CBF sobre como proceder. Mas ele reitera que os clubes podem sofrer com a falta de atletas aptos a entrar em campo.

A Copa FMF, que terminou no dia 26 de novembro, foi uma competição Sub-21, que aceitava até cinco atletas Sub-23. Os times já negociaram jogadores e dispensaram outros. Diante disso, ainda há uma indefinição sobre como a FMF vai cumprir a decisão de remarcar essa semifinal entre Dom Bosco e União. 

Entenda o caso

A punição ao União foi feita pelo TJD-MT pela escalação de seis atletas não-profissionais abaixo de 20 anos de idade em duas partidas da primeira fase da Copa FMF. De acordo com o regulamento da competição, apenas cinco atletas nesta condição poderiam constar na súmula. Além da perda dos pontos, o TJD-MT multou o clube infrator no valor de R$ 500 por partida.

Antes da punição, o União tinha sete pontos na tabela de classificação e ocupava a 4ª colocação. Com a derrota nos tribunais, o Colorado teve seus pontos zerados e viu o Mixto assumir a posição com sete pontos.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo