Esportes - Geral

08/02/2019 17:17

Por R$ 111 milhões, empresa leva a concessão do Pacaembu por 35 anos

(GE)

A prefeitura de São Paulo concluiu na manhã desta sexta-feira o processo de licitação do Pacaembu. O vencedor foi o consórcio Patrimônio SP, formado pelo fundo de investimentos Savona e pela empresa Progen, que poderá explorar o estádio pelos próximos 35 anos.

O consórcio pagou R$ 111,2 milhões pela concessão, valor quase três vezes mais alto que os R$ 37 milhões estimados inicialmente pela prefeitura. Outras quatro empresas fizeram ofertas menores – uma delas foi a W Torre, que construiu e administra o estádio do Palmeiras.

Hoje, o clube que mais usa o Pacaembu para jogos de futebol é o Santos. O presidente José Carlos Peres já disse que pretende mandar pelo menos metade das partidas do Santos no ex-estádio da Prefeitura de São Paulo.

São Paulo, Palmeiras e Corinthians também costumam usar o Pacaembu quando estão impedidos de usar seus respectivos estádios. Os clubes ainda não foram informados oficialmente sobre o resultado da licitação.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo