Esportes - Geral

07/02/2020 15:59

Jogo do União teve público 5 vezes maior que na Arena Pantanal pela Copa do Brasil

Mesmo derrotado, por 1 a 0, o União de Rondonópolis bateu recorde de público no jogo, ontem à noite, diante do Atlético Goianiense pela Copa do Brasil, no Luthero Lopes. Ao todo, 4.759 pessoas assistiram o confronto, se concretizando como maior número de presentes em jogos oficiais de times mato-grossenses este ano. O embate contou com 3.927 torcedores a mais do que o realizado na Arena Pantanal, pela mesma competição, entre Operário e Santa Cruz, quando 832 foram ao estádio, resultado 5 vezes menor que o alcançado pelo Colorado.

Com a grande participação da torcida no Luthero Lopes, a renda total do duelo foi superior a R$ 65 mil. Com este valor, o clube pagou despesas de aluguéis e seguros para torcedores, taxas e impostos à federação, além de demandas operacionais (transporte e hospedagem da equipe de arbitragem, exame anti-doping, controle de acesso, dentre outras). Todas essas pendências totalizaram mais de R$ 43,9 mil.

Ainda restou R$ 21,9 mil. Valor que foi dividido entre os dois clubes, sendo que o Atlético Goianiense ficou com a maior fatia, cerca de R$ 13,1 mil, por ter vencido o confronto. Já o Colorado “embolsou” mais de R$ 8,7 mil.

A maior parte dos bilhetes, 3.826, foi comprada de forma antecipada e custava R$ 15. Os demais foram adquiridos na portaria do jogo, com custo de R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia entrada. Já do total de ingressos confeccionados apenas 186 foram devolvidos por não terem sido comercializados.

Apesar do valor ser considerável, ainda fica muito atrás do que o União poderia ter lucrado se vencesse o jogo. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) paga valores gradativos às equipes que avançam de fase na Copa do Brasil. No caso da primeira fase, que o Colorado participou, o pagamento seria de R$ 600 mil.

Até então, o posto de maior público deste ano era do Sinop, que no confronto contra o Poconé, pela terceira rodada do Campeonato Mato-grossense recebeu 1.232 torcedores no Gigante do Norte.

No outro confronto da competição em Mato Grosso, entre Operário Várzea-grandense, que também foi eliminado, e Santa Cruz, na quarta-feira, o público presente foi de 832 pessoas com uma renda de R$ 16,1 mil. O jogo foi na Arena Pantanal, maior estádio do Estado e que já foi palco de Copa do Mundo.

O Luverdense também já deu adeus à Copa do Brasil, após perder por 3 a 1 para o Bahia de Feira de Santana, na quarta-feira. Desta forma, o Cuiabá seguirá como único representante do Estado na competição. Por ter vencido a Copa Verde no ano passado, o Dourado entrará direto na fase de oitavas de final.

 

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria)


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo