Lutas

Mais uma vez 24/03/2014 09:28

Em nova grande luta, Henderson fica em apuros, mas nocauteia Shogun

A primeira luta entre Maurício Shogun e Dan Henderson, em 2011, foi uma verdadeira batalha decidida apenas na contagem dos jurados. O resultado de triplo 48 a 47 para o americano pareceu justo, mas deixou muita gente insatisfeita, achando que poderia ter sido empate. Na esperada revanche, na noite deste domingo, no UFC em Natal, Shogun e Hendo fizeram outra grande luta, porém mais curta. O veterano de 43 anos desta vez não deixou dúvida e, após perder os dois primeiros rounds e ter ficado em situação de apuros, nocauteou o adversário no terceiro, com 1m31s, após encaixar um potente cruzado de direita seguido de uma sequência de marretadas no chão. Apesar do revés, o curitibano deixou boa impressão por sua forma física e por ter melhorado o gás, quesito no qual já pecou em lutas passadas.

O público que compareceu ao Ginásio Nélio Dias, na capital do Rio Grande do Norte, mostrou classe e aplaudiu não só Dan Henderson, mas todos os estrangeiros, mesmo na derrota dos brasileiros. Muito animado e participativo, também deixou boa impressão.

Os dois começaram estudando a distância. Shogun soltou um chute baixo e levou um direto de encontro, mas não se abalou. Shogun atacou com jabs e mais chutes baixos, e Hendo andou para trás para desviar da maioria deles. O americano aplicou um overhand que ficou na defesa. Eles se embolaram, e Hendo acertou um gancho no queixo. Na segunda vez, Hendo tentou botar para baixo, mas não conseguiu. Shogun aplicou bom jab, e Henderson foi na linha de cintura. O brasileiro puxou para o clinch. Henderson atacou com a direita e desequilibrou Shogun, mas o brasileiro revidou com uma bomba e conseguiu o knockdown. Ele foi para cima e marretou como pôde até o fim do round, para o delírio do público.

Shogun começou o segundo round acertando boa combinação. Na sequência, acertou um overhand de direita e travou o rival na grade por alguns instantes. Após boa troca de golpes, Hendo tentou botar para baixo e se desequilibrou. Shogun encaixou outra bomba e derrubou de novo o americano, mas em vez de seguir batendo preferiu agarrá-lo por cima, estabilizando a posição. Na guarda de Hendo, Shogun soltou poucos golpes, e o árbitro Herb Dean os mandou de volta ao centro.

No início do terceiro round, Henderson acertou de raspão um overhand. Shogun seguiu inteiro, e os dois se agarraram por um segundo. Quando Shogun se soltou, um cruzado fortíssimo de direita entrou no rosto do brasileiro, que sofreu o knockdown. O americano foi para cima com tudo e aplicou uma série de golpes na cabeça do adversário até que o árbitro interrompeu o duelo, quando o relógio marcava 1m31sda etapa. O golpe foi tão potente que deixou o nariz de Shogun bastante inchado e machucado.

 

ge


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo