Mundo

14/01/2018 23:56

Com o título em Sydney, Melo supera Guga e se torna o maior campeão do país na ATP

(GE)

O Brasil tem um novo líder quando o assunto são os títulos conquistados em torneios da ATP. Com o troféu levantado em Sydney, na madrugada desta sexta-feira, Marcelo Melo alcançou sua 29ª conquista, ultrapassando Gustavo Kuerten, que tem 28, 20 no individual, e outros oito em duplas (veja lista abaixo). Maria Esher Bueno ainda é a maior vencedora, entre homens e mulheres, com muitas sobras: são 71 conquistas. 

Marcelo Melo, líder do ranking mundial de duplas, está com 34 anos e não parece disposto a se aposentar em breve. Já falou que pode seguir até a Olimpíada de 2024, ou seja, mais sete temporadas praticamente completas. Esse número, portanto, só tende a crescer, já que sua carreira ainda está em fase ascendente. 

Quando o assunto é Grand Slam, o grupo dos quatro principais torneios do mundo, Guga ainda tem uma vantagem. Venceu três Roland Garros, enquanto Melo levantou o troféu na França uma vez, e outra em Wimbledon. No Masters 1000, torneios que só perdem em importância para os grand slam, Melo já tem a vantagem de oito a cinco. 

Na época de Guga, que jogou entre 1996 e 2008, mas conquistou todos seus títulos entre 1997 e 2004, o termo ATP 500 não existia, mas essas competições eram denominadas de Series Gold, o equivalente ao ATP500 de hoje. Neste quesito, Guga vence por 6 a 5. 

O próximo desafio de Marcelo Melo começa na semana que bem, o Aberto da Austrália, primeiro grand slam do ano. Já é uma oportunidade para igualar Guga no número de conquistas neste tipo de torneio.

 


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo