Notícias

01/12/2017 16:19

Conjunto habitacional vai beneficiar 1.400 famílias

(assessoria)

Um conjunto habitacional com 350 novas casas, em Lucas do Rio Verde, foi entregue durante a tarde desta quinta-feira (30.11) pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e pelo vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro. O custo total da obra foi de R$ 21 milhões provenientes de investimentos do governo estadual e federal. As casas do Residencial Vida Nova Etapa I fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal, e beneficiará 1.400 pessoas.

Durante o evento foi anunciado pelo ministro a retomada da construção de 350 casas no município que deverão ser entregues daqui um ano. “A expectativa do ministério junto à Caixa Econômica é que consigamos no mês de dezembro ter um edital para reaver a construção dessas casas. É a nossa missão, somos servidores públicos”.

O ministro também falou da parceria com o Governo do Estado para a construção das casas. “O governo do estado contribuiu com uma parcela importante para que a gente consiga aumentar o número de famílias atendidas e de unidades habitacionais construídas. E poder entregar as chaves da casa própria para as famílias é um ato indescritível, é emocionante”.

Para a construção das novas casas, o vice-governador disse que o Governo do Estado vai estar pronto para dar a contrapartida para que mais famílias sejam contempladas com a casa própria seguindo a meta desse governo de construir 12 mil casas até o final da gestão.

“É um presente para essas famílias, um presente da administração pública municipal, estadual e do governo federal. Estou muito feliz de poder fazer parte desse momento e da Gonçalina Lara poder ser contemplada. Ela que ajudou a cuidar das minhas filhas junto com a minha esposa Claudinéia. Sempre trabalhou na nossa casa e há mais de 10 anos esperava por uma casa e hoje esse sonho se torna realidade. Não tem nada na política que significa mais, que dá mais gratidão do que de poder viver momentos como estes”, contou Fávaro emocionado.

O prefeito do município, Luiz Binotti, agradeceu a interlocução do governo e as ações que o município tem recebido. Também estavam presentes no evento o secretário de Políticas Agrícolas, Neri Geller, os deputados federal Nilson Leitão, Victório Galli, Xuxu Dal Molin, os deputados estaduais Nininho, Dilmar Dal Bosco, o presidente da Caixa Econômica Federal (ECF), Gilberto Occhi, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, entre outras autoridades.

Famílias

Dona Maria Aparecida Silva, 64 anos, e o senhor Arivaldo Ribeiro Souza, 45 anos, vão morar pela primeira vez em uma casa própria. O casal vive de empregos informais, mora de aluguel e gasta mais de R$ 600 com esse compromisso. Agora vão pagar uma parcela de R$ 90 mensais na nova moradia. “É uma mudança de vida. É a nossa primeira casa e estou muito alegre. Estou muito emocionada pela realização do nosso sonho. Muito obrigada ao governo por investir na construção desse residencial e quero pedir que nunca parem de fazer ações como essas”, disse Maria. 

Quem também vai morar em uma residência nova é a dona de casa Marli Steffmann, 42 anos. Ela mora com os três filhos na casa da mãe e atualmente vive da aposentadoria de um dos filhos, que faz tratamento de saúde. “Eu não posso trabalhar porque preciso cuidar da saúde do meu filho. Morar de favor não é algo confortável. Esperei minha casa por muito tempo e agora estou realizando meu sonho. Minha vida vai mudar completamente”, comemorou.

Habitação

A construção da primeira etapa do conjunto habitacional Vida Nova foi executada pela Égide Construtora, com supervisão da Caixa Econômica Federal (CEF) e fiscalização da equipe de engenharia da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT). Durante o evento o titular da pasta, secretário Wilson Santos, ressaltou a qualidade da obra e o empenho da equipe da CEF em Mato Grosso.

“Quero parabenizar a empresa Égide, que trabalhou com seriedade e hoje entrega essas 350 unidades habitacionais com muita qualidade. E também quero reconhecer o trabalho da superintendência da Caixa em Mato Grosso. Essas famílias vão ter mais dignidade morando em uma casa nova, com infraestrutura e conforto. É por isso que o governador Pedro Taques faz questão de investir em habitação, pagando as contrapartidas em todas as construções do Minha Casa, Minha Vida”, enfatizou Santos.

As 200 novas casas fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida – Faixa I, do Governo Federal, que contempla famílias com renda de até R$ 1.800 por mês. Em média, os contemplados irão pagar parcelas de R$ 80 mensais. Cada uma possui dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, adaptadas para pessoas com deficiência.

*Fotos - Fernando Rodrigues

© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo