Notícias

14/02/2018 17:33

Quaresma começa hoje e bispo pede 'superação como mecanismo de paz'

(sonoticias)

Hoje, quarta-feira de cinzas, começa o período de Quaresma, quando cristãos dedicam-se a reflexões, durante 40 dias,  e a Igreja Católica também começa a Campanha da Fraternidade, como tema: fraternidade e superação da violência e o lema em Cristo somos todos irmãos. “Esse é um momento muito forte para os católicos. Durante 40 dias nos preparamos para as celebrações de Páscoa. Nesse momento, somos convidados a nos colocar mais em contato com a palavra de Deus, com a oração, a caridade, partilha, jejum e abstinências. São atitudes que devem ser tomadas para mostrar espírito penitente e contrito que se volta mais para Deus. A Quaresma é também um tempo próprio para trabalharmos as questões sociais”, disse o bispo diocesano, Dom Canísio Klaus.

Dom Canisio também disse que a campanha da fraternidade também busca a superação. “Por que este tema superação ? É um tema muito contundente, que todos nós vivemos esta realidade, em todos os ambientes. Nas ruas, casas, repartições públicas. Enfim, não temos mais um parâmetro de justiça. Então, precisamos criar a superação como um mecanismo de paz e solidariedade”. O bispo citou o ensinamento Papa Francisco para não se pensar em projetos grandes, mas sim naquilo que está mais próximo do convívio social. “A igreja não pode fazer mas propõe a todo cristão que ache sim a superação de violência racional contra jovens, homens e mulheres, também a violência doméstica e de qualquer tipo. Precisamos trazer a fraternidade do amor, paz e do bem querer”.

O bispo emérito dom Gentil Delazari celebrará missa logo mais, às 19h30, na Catedral de Sinop, na abertura da quaresma e da campanha da fraternidade.  Dom Canisio celebrará santa missa, esta noite, em Carlinda.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo