Política

16/02/2018 11:12

"Doze deputados receberam propina. O dinheiro era dividido em 12 vezes de R$ 50 mil"

(hipernoticias)

O ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa, Sílvio César Corrêa, será o depoente desta sexta-feira (16), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que apura a suposta quebra de decoro e obstrução da Justiça por parte do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB).

Sílvio foi o responsável por gravar o prefeito Emanuel Pinheiro recebendo maços de dinheiro e os colocando no paletó. O dinheiro, seria suposta propina paga a Emanuel para que ele apoiasse, na época em que era deputado estadual, os projetos do ex-governador Silval Barbosa.

As imagens vieram à tona a partir do acordo de delação premiada de Sílvio Corrêa, firmado com a Procuradoria Geral da República. A oitiva acontece no plenário da Câmara de Cuiabá. Os trabalhos serão conduzidos pelo presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki (PSB).
Acompanhe aqui o andamento da oitiva desta sexta
09h24 - O advogado André Jacoob, que faz a defesa de Emanuel Pinheiro, já está na Câmara de Cuiabá e também deve fazer algumas perguntas ao deponete. 
Além dele, o advogado José Antônio Rosa também está na Casa para auxiliar Adevair Cabral e Mario Nadaf. 

09h26 - 
Silvio Cesar chega na Câmara de Cuiabá. Ele passou pelo corredor e não falou com a imprensa. Se dirigiu direto ao Parlamento. 

09h39 - Enfim, começa o depoimento de Silvio Cesar. A fala do presidente, Marcelo Bussiki, dá início aos trabalhos desta sexta-feira (16). O parlamentar pede aos interlocutores para se aterem aos dois objetos da Comissão: video e o áudio que mostram o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro recebendo dinheiro dentro do Palácio Paiaguás.

Alan Cosme - HiperNotícias

silvio cesar

09h42 - Sem precisar a data, Silvio revela que o vídeo foi gravado em 2013, dentro da ante-sala do gabinete do governador Silval Barbosa. 

09h43 - Silvio ainda responde que além dos vídeos, que é comprovado que o valor é referente a pagamento de propina, ele tem um relatório de 4 páginas que esclarecem valores e motivos. 
09H45 - O relator da CPI, vereador Adevair Cabral, questiona se o dinheiro entregue a Emanuel seria referente uma dívida que Silval teria com o irmão do prefeito por conta de uma pesquisa eleitoral. Silvio responde que não: "O dinheiro era referente a propina, não era de pagamento de dívida, não", diz Silvio. 
09h49 - O próximo a perguntar é o vereador Mário Nadaf.
09h50 - "Houve encontro para tratar da delaçao.com o Zanatta? Foi inciativa de quem?", questiona vereador. 
09h51 - "Ele queria me visitar. Me procurou após sair da prisão para falar com ele. A reuniao ocorreu nem agosto de 2017. Eu estava passando por dificuldades financeiras e o Zanatra se dipos a ajudar", esclareceu o depoente. 

Alan Cosme/ Hipernotícias

silvio cezar cpi do paleto

Ex-assessor de Silval, Silvio Cesar Corrêa

09h54 - Questionado, se ele se sentiu ameaçado por Zanatta, Silvio diz que não. 
09H58 - O relator adevair Pediu a pergunta e está querendo saber se o Silvio tem conhecimento de serviços realizados por Emanuel e que teria ficado algum valor sem ser pago. Silvio responde que não. 
09h59 - Questionado desde quando conhece Silval, Silvio responde que desde 2002, quando era assessor parlamentar na AL. Ele ainda confirmou conhecer Emanuel e que só mantinha relação profissional.
10h00 - Os vereadores querem saber qual acordo os deputados tinham com Silval, para receber esse dinheiro de propina. 
10h01 - 
"O único acordo era sobre o MT-Integrado (programa de pavimentação de estradas no interior do Estado). Eu era incubido de passar valores aos deputados. Valores era da Sinfra do programa MT-Integrado". O acordo era de R$ 600 mil para cada deputado, divididos em 12 vezes de R$ 50 mil reais
 

10h03 - "O governo me repassou o nome dos deputados que deveriam receber esse valor e o nome do Emanuel estava incluso. Alguns pagamentos ocorreram na dependencia da Assembleia Legislativa. A maioria dos pagamentos eram especies, poucos em cheque. Quem entrou na sala, era pra buscar a parte dele da propina", disse Silvio.  


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo