Política

25/04/2018 11:20

Nilson Leitão recebe presidente da Febrabran para debater taxas de juros ao consumidor

Autor da iniciativa de comissão geral na última quarta-feira (18) para discutir as razões das elevadas taxas de juros cobradas de pessoas físicas e jurídicas em transações bancárias, o deputado federal Nilson Leitão, líder do PSDB na Câmara dos Deputados, recebeu na tarde dessa terça-feira (24), o presidente da Federação Brasileiras de Bancos (Febraban), Murilo Portugal.

Há uma semana, Nilson Leitão questionou o aumento dos “spreads” bancários, que é a diferença entre o custo do dinheiro para o banco e o que ele cobra dos clientes, uma vez que a taxa básica de juros vem caindo gradativamente.

O parlamentar transmitiu ao presidente da Febraban, a preocupação com as possíveis implicações do "spread" bancário sobre a recuperação da economia. Portugal, no entanto, disse apenas uma reforma no ambiente de crédito, poderá garantir a redução do custo aplicado ao cliente.

Segundo levantamento da Febraban, a reforma macroeconômica, com participação efetiva do governo, deve levar com consideração três eixos prioritários: Reduzir o custo da inadimplência, ou seja, diminuir o nível de perda de crédito e os custos de recuperação de garantias; modernizar o ambiente regulatório, reduzindo o custo financeiro, tributário e de capital, garantindo eficiência da regulação para fomento da economia; ampliar a eficiência operacional, reduzindo custos trabalhistas, ampliar a eficiência digital e a desburocratização.

Nilson Leitão reiterou a preocupação com o lucro das instituições bancárias, sejam elas públicas ou privadas, em detrimento das famílias em busca de crédito. “As instituições financeiras continuam rentáveis independente do cenário econômico. Nossa preocupação é buscar e conseguir um equilíbrio de forma o trabalhador brasileiro e o setor produtivo consigam não apenas sobreviver, mas conquistar o crescimento efetivo. Se tal equilíbrio depende de reformas, é por elas que vamos lutar”, disse o parlamentar.

Durante a conversa, Nilson Leitão e Murilo Portugal também falaram de outros assuntos ligados ao desenvolvimento econômico, como o licenciamento ambiental, cujo projeto deve entrar em breve na pauta de votações da Câmara.

Uma nova reunião está marcada para o dia 8 de maio para dar continuidade às discussões.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo