Política

25/04/2018 17:36

Russi critica Fávaro duramente e diz que ex-vice não se elege nem para vereador; vídeo

(olhardireto)
O deputado estadual Max Russi (PSB) rebateu com duras críticas o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) pelo fato de o ex-aliado ter assinado a carta-manifesto divulgada nesta terça-feira (24) contra a reeleição de Pedro Taques (PSDB) e por seus posicionamentos feitos na imprensa nos últimos dias. Na tribuna, o ex-titular da Casa Civil chegou afirmar que Fávaro não vence sequer eleição para vereador em Lucas do Rio Verde.
Leia mais
Tenho certeza que houve desvio do Fethab e eu não admito isso, critica Carlos Fávaro

As críticas aconteceram na sessão ordinária da Assembleia Legislativa da manhã desta quarta-feira (25). Ao pedir a fala, o deputado, sem citar nome, disparou contra Fávaro, dizendo que em reuniões recentes, o ex-vice fez juras de amor à Taques e elogiava muito o seu governo.
“Em todas as reuniões, no final do ano mesmo, em uma reunião era juras de amor, reuniões políticas, por exemplo, o vice jurou, vamos estar juntos, é companheiro. Ou seja, três anos e quatro meses era uma maravilha. Mas agora está aproximando o processo eleitoral, está chegando a eleição. Os interesses são outros e aquele que prestava até ontem já não presta mais”, disse o Russi, que comandou a Casa Civil do governo Taques até o mês de março.
O parlamentar também destacou seu respeito à oposição, a qual ele classificou como ‘raiz’, que sempre cobrou, mas afirmou que não aceita críticas de pessoas que assumiram cargos importantes no governo e romperam para construir projeto político próprio.
“Respeito muito a oposição raiz, aquela firme, coerente. Que desde o primeiro dia bateu, apontou erros , criticou, cobrou. Agora quem assumiu uma secretaria importante do governo e enquanto estava lá tudo estava muito bom, usou de todas as benésses do governo como estrutura, cargos, benefícios. Construiu projeto político com a estrutura do governo e depois fala: 'agora vou descartar, não serve mais, não presta e não tem serventia nenhuma'”, disse.
O deputado ainda falou que a população mato-grossense está acompanhando estes atos de traição e que o ex-vice de Taques não consegue se eleger nem para vereador em seu município, Lucas do Rio Verde.
“Na política, a questão da traição, a questão dos desleais e depois por uma eleição muda-se de postura, muda-se o discurso. Tenho certeza que a população de Mato Grosso vai acompanhar, vai ver e em outubro vai mostrar realmente o que está errado. Falo isso porque realmente é lamentável algumas declarações que temos visto. Como falei, respeito a oposição, agora aquelas pessoas que esteve lá, fazia parte, jurava amor, usou de tudo do governo para crescer, aparecer e mesmo assim, em qualquer pesquisa é 1%, 2%. Não sai disso, por que nem no próprio município, estive lá outro dia e falam que nem vereador conseguiria ter condição de se eleger”, finalizou.  


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo