Saúde

09/03/2020 15:48

Anabolizante epistane poderia causar doença no fígado

É uma prática frequente o uso de esteroides anabólicos para aumentar a massa muscular entre frequentadores de academias. Mas pesquisadores do CIber de Doenças Hepáticas e Digestivas (CiberEHD), na Espanha, mostram evidências de que a ingestão destes esteroides poderia provocar uma patologia no fígado, chamada colestase.

No estudo, publicado na revista Archives of Toxicology, os pesquisadores avaliaram o anabolizante epistane, e os efeitos no fígado. Segundo os resultados da análise, a ingestão deste suplemento provocou o aumento da síntese de ácidos biliares conjugados, o que faz aumentar a quantidade de ácidos biliares no fígado.

Em algumas pessoas, a eliminação de forma correta pela bílis pode ser dificultada e desta maneira, desenvolvem a colestase, doença que desregula o fluxo da bílis do fígado ao duodeno.

Um dos autores do estudo, Petar Petrov, afirmou que este processo não ocorre de maneira similar em todas as pessoas. De fato, ele fala que o número de casos é baixo. “Neste trabalho analisamos o perfil dos ácidos biliares em homens jovens que deram entrada no Hospital La Fe (em Valência, na Espanha), com colestase depois de consumir epistane.

O estudo contribui para conhecer mais sobre a colestase e o uso dos suplementos e medicamentos. Atualmente, o uso de anabolizantes se expandiu e já não é exclusivo de esportistas profissionais.

O conhecimento do efeitos destes suplementos requer mais estudos. A FUNIBER patrocina o Doutorado em Atividade Física e Esporte para quem quer realizar pesquisas e aprofundar o conhecimento neste campo.

Fonte: Los esteroides anabólicos para aumentar masa muscular podrían causar colestasis

Foto: Todos os direitos reservados


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo