Slideshow

03/08/2022 15:06

Um ano após ouro olímpico, Isaquias Queiroz inicia busca por 14ª medalha em Mundiais

Isaquias Queiroz inicia nesta quarta-feira, 3, mais um desafio em busca de aumentar sua vasta coleção de medalhas: o Campeonato Mundial de canoagem de velocidade, que acontecerá em Halifax, no Canadá, até o dia 7. 

Aliás, Isaquias Queiroz é praticamente um sinônimo de medalha nessa competição. Ele já conquistou 12 em sua carreira, sendo seis de ouro e seis de bronze. E algumas delas tiveram significados especiais para o brasileiro. 

Logo em sua primeira participação, em 2013, na Alemanha, Isaquias já foi campeão na categoria C1 500 e ficou com o bronze na C1 1000. Entretanto, talvez as medalhas mais especiais tenham sido em 2018, em Portugal. 

Foi o último Mundial no qual Isaquias contou com a presença ao seu lado do histórico técnico Jesús Morlán, que viria a falecer cerca de três meses depois em decorrência de um tumor no cérebro. E foi justamente ali que ele teve seu melhor desempenho. 

Isaquias deixou a competição com as medalhas de ouro nas categorias C1 500 e C2 500 (formando dupla com Erlon de Souza), além do bronze na C1 1000. Foi o único Mundial no qual ele conquistou dois ouros. 

O Mundial da Hungria, em 2019, foi o primeiro após a perda de Jesús Morlan. E mais uma vez Isaquias Queiroz brilhou, levando o ouro na C1 1000 e o bronze na C2 1000. 

O brasileiro entra no torneio do Canadá como favorito nas duas provas que irá disputar (C1 500 e C1 1000). Por decisão da comissão técnica, ele competirá apenas nas provas individuais. 

"Meu objetivo é sair com medalhas tanto nos 500 quantos nos 1000 metros. Acho que o meu grande adversário será o Martin Fuksa, (atleta da República Tcheca) que está buscando muito uma medalha de ouro em Mundiais. Vou disputar só as provas individuais porque a C2 ainda não está totalmente completa, o Erlon (de Souza) está se recuperando e também vamos deixar uma pulga atrás da orelha para os nossos adversários", disse ele. 

A data também traz bons presságios para Isaquias, já que no dia 6 faz exatamente um ano que ele conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 na categoria C1 1000. O Mundial do Canadá será a primeira grande competição que ele disputará após o título mais importante da carreira. 

Veja todas as medalhas de Isaquias Queiroz em Mundiais:
 
Alemanha - 2013
 
C1 500 - Ouro
C1 1000 - Bronze
 
Rússia - 2014
 
C1 500 - Ouro
C2 200 - Bronze
 
Itália - 2015
 
C2 1000 - Ouro
C1 200 - Bronze
 
República Tcheca - 2017
 
C1 1000 - Bronze
 
Portugal - 2018
 
C1 500 - Ouro
C2 500 - Ouro
C1 1000 - Bronze
 
Hungria - 2019
 
C1 1000 - Ouro
C2 1000 - Bronze

© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo