Slideshow 2

05/06/2019 16:41

Altaflorestense Sandro João segue para o Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo 2019

Mais de 340 atletas estarão disputando a 1ª fase nacional do Circuito Brasil Loterias Caixa de atletismo nos dias 7 e 9 de junho de 2019. O evento acontece no Centro de Treinamento Paralímpico, na zona sul de São Paulo.

Dentre esses o atleta Sandro João Souza Machado, do IDESP de Alta Floresta, que segue firme na busca de melhorar ainda mais sua marca e garantir vaga para os Jogos Parapan-Americanos que acontecerão em Lima.

De medalhista de bronze em 2018 e com a 4ª melhor marca do Brasil no arremesso de peso, Sandro João participou do Circuito Caixa em Uberlândia em abril desse ano e conquistou a medalha de ouro com a marca de 11,06 mts, obtendo o índice mínimo estabelecido pelo departamento técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para disputar dessas fases nacionais do Circuito Loterias Caixa de Atletismo.

Assim como Sandro João, que embarca nessa quinta (6) acompanhado do técnico João Cuadra, vários outros atletas veem na competição, mais uma chance para os registrarem marcas que garantam a eles classificação para os Jogos Parapan-Americanos de Lima de 2019 e também para o Mundial da modalidade, que será disputado em novembro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Programação*

Sexta (07/06) cadastramento

Sábado (08/06): das 8h às 12h e das 14h às 18h

Domingo (09/06): das 8h às 12h

Centro de Treinamento Paralímpico - SP

Inaugurado oficialmente em 23 de maio de 2016, o Centro de Treinamento Paralímpico fica ao lado do quilômetro 11,5 da Rodovia Imigrantes, em São Paulo, e ocupa uma área de 95 mil metros quadrados. Conta, por exemplo, com piscina coberta com dimensões olímpicas e arquibancada para mil torcedores, ginásio multiuso frequentemente usado para goaball, basquete em cadeira de rodas e badminton, campos de futebol de cinco (para deficientes visuais) e de futebol de sete (paralisados cerebrais).

O atletismo tem à disposição uma pista de certificação 1 da Federação Internacional de Atletismo e arquibancada para mil torcedores, além de pista indoor para aquecimento. Completam a estrutura do CT as quadras de tênis em cadeiras de rodas, os espaços especificamente desenhados para bocha, judô, tênis de mesa, halterofilismo e taekwondo, além das áreas de fisioterapia e regeneração física de atletas.

Ao lado do CT, há ainda um alojamento com 86 apartamentos e capacidade para quase 300 hóspedes, que recebeu mais de 11 mil pessoas em 2018. O investimento total foi de R$ 305 milhões, com 187 milhões do então Ministério do Esporte e o restante do governo de São Paulo. A gestão é feita pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), com 265 funcionários e um custo anual estimado em R$ 30 milhões.


© 2014 - Todos os direitos reservados  

É proibida a reprodução de matérias sem ser citada a fonte.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo