terça-feira, 20 fevereiro, 2024
22.4 C
Alta Floresta

Novas cidades-sede: Recife e Cuiabá entram no calendário de reuniões do G20

Date:

Ao todo, 15 cidades receberão eventos durante os trabalhos do G20. Objetivo é diversificar locais onde acontecem as reuniões, levando o debate dos temas de 22 Grupos de Trabalho, além das Forças-Tarefa, para as cinco regiões do País

A presidência brasileira do G20 anunciou a inclusão de Recife e Cuiabá como cidades-sede de reuniões temáticas e eventos do Grupo em 2024. A entrada das duas cidades reflete o compromisso da presidência brasileira em ampliar o alcance dos debates e promover a diversidade do País. 

No início de dezembro foram divulgadas as 13 primeiras cidades a acolherem os eventos do G20, sediando reuniões temáticas das Trilhas de Sherpas e de Finanças. Com a adição de Recife e Cuiabá, o país conta com um total de 15 cidades-sede, distribuídas nas cinco macrorregiões: Centro-Oeste, Norte, Nordeste, Sudeste e Sul. 

Sobre as novas cidades-sede do G20

No Nordeste do Brasil, Recife, a capital de Pernambuco, é internacionalmente conhecida pelo frevo, carnaval, riqueza cultural e praias paradisíacas, Recife tem uma economia impulsionada pelo turismo. Ao mesmo tempo, o Complexo Industrial Portuário de Suape destaca Recife como um exemplo de compromisso ambiental, promovendo práticas sustentáveis. 

Cuiabá, na região Centro-Oeste, tem um papel vital na dinâmica econômica do Brasil. Ao abrigar o Centro Geodésico da América do Sul, a cidade se revela como um ponto estratégico no coração do estado de Mato Grosso, o epicentro da produção brasileira de soja, milho, algodão e lar do maior rebanho bovino do país.A região é também um berço de biodiversidade, servindo como ponto de partida para três biomas distintos: Pantanal, Cerrado e Amazônia. 

Liderança brasileira no G20

No dia 1º de dezembro, o Brasil assumiu a presidência rotativa do G20, que engloba as 19 principais economias mundiais, a União Europeia e, a partir deste ano, também a União Africana. O mandato brasileiro tem vigência até 30 de novembro de 2024. Durante esse período, o Brasil será responsável por coordenar mais de 120 reuniões de grupos de trabalho, tanto de forma virtual quanto presencial. Além disso, estão previstas a realização de 28 reuniões ministeriais, culminando na Cúpula de Chefes de Governo e Estado, nos dias 18 e 19 de novembro de 2024, no Rio de Janeiro.

 

 

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Presidente e diretores da FCDL/MT participam de reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Comércio de Bens e Serviços do Estado

Assessoria de Imprensa/FCDL/MT Na manhã desta quinta-feira (15.02), o presidente...

Entrega da premiação da Campanha Ano Novo Vida Nova será nesta terça-feira

Assessoria de Imprensa/CDL Alta Floresta A CDL Alta Floresta realizará...

ITIQUIRA – Ex-prefeito e outros seis requeridos são condenados por improbidade

O ex-prefeito de Itiquira (a 357km de Cuiabá) Ernani...

Empresa instala ecoponto em cumprimento a TAC com Ministério Público

Em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta...
Feito com muito 💜 por go7.com.br