sexta-feira, 12 julho, 2024
25.8 C
Alta Floresta

Com novidades, Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 2024 é preparação de alto nível para duplas brasileiras na reta final da corrida olímpica

Date:

Ano olímpico é sempre especial. Para o vôlei de praia não poderia ser diferente. O Circuito Brasileiro Bet7k começa em fevereiro, com evolução no formato, maior conexão com as demais competições nacionais e como preparação de alto nível para as duplas que disputam a corrida olímpica – em junho serão conhecidos os representantes do Brasil nos Jogos de Paris 2024.

“As mudanças que a CBV realizou no Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia nos últimos anos foram planejadas pensando nos ciclos olímpicos de 2024 e 2028. Desenvolvemos o Sistema Nacional de Competições, integrando e aumentando a relevância dos Estaduais, criando os Regionais e fazendo com que todos os atletas tenham acesso ao ranking do Circuito Brasileiro. O objetivo é abrir caminhos e dar oportunidades para novos talentos, já pensando nos Jogos de 2028”, explica Radamés Lattari, presidente da Confederação Brasileira de Voleibol.

SISTEMA DE DISPUTA – O Circuito Brasileiro terá nove etapas, cinco delas antes dos Jogos Olímpicos. Para definir o campeão, serão computados os oito melhores resultados do ano. O modelo lançado pela CBV em 2022, com divisão entre Top e Aberto, foi mantido, com o aumento de 12 para 16 duplas na divisão principal. A iniciativa torna a disputa ainda mais emocionante e sobe de 28 para 32 o número total de duplas em cada etapa. Para facilitar a logística, as quatro etapas do Circuito Mundial que a CBV trouxe para o Brasil em 2024 – Recife (PE), Saquarema (RJ), Natal (RN) e João Pessoa (PB) – estão conectadas com etapas do Circuito Brasileiro.

“O sistema de Top e Aberto está consolidado e evolui a cada temporada. Atingimos um nível de maturidade que permite incluir 32 duplas no torneio principal, o que acelera o processo de desenvolvimento de nossos jogadores”, explica Guilherme Marques, destacando que o Top 16 será formado pelas 13 primeiras duplas do ranking, a dupla campeã do Aberto anterior e duas parcerias convidadas. “Esses convites serão usados estrategicamente, pensando no desenvolvimento de talentos e nas metas para grandes competições, como os Jogos Olímpicos. Sempre levando em consideração as avaliações e mapeamentos que a CBV faz durante toda a temporada”.

‘O Brasil tem um Circuito muito forte e faz toda a diferença disputar jogos de alto nível o tempo todo, principalmente neste ano, que envolve toda a preparação para os Jogos Olímpicos. É muito importante essa disputa com outras equipes nacionais. Faz a gente criar mais casca, estar mais rodado na qualidade de jogo, o faz diferença quando chega o Circuito Mundial e um evento como os Jogos Olímpicos. É um algo a mais que as duplas brasileiras têm nesse ano olímpico’, George, parceiro de André, que já venceu três vezes o Circuito Brasileiro.

“O Circuito Brasileiro será fundamental para ganhar ritmo neste ano olímpico tão importante. No primeiro ano da parceria entre Carol e Bárbara, fomos campeãs brasileiras, e estamos muito animadas para essa nova temporada”, diz Letícia Pessoa, técnica de Bárbara Seixas e Carol Solberg.

COPAS REGIONAIS E CAMPEONATOS ESTADUAIS – O olhar está voltado para Paris, mas também para os próximos ciclos olímpicos. Além das etapas do adulto, a CBV realizará oito competições de base (sub 17, sub 19 ou sub 21), e fixou em 22 anos a idade máxima para participação nas sete Copas Regionais da temporada. Os campeões de cada regional recebem um convite para disputar o Aberto de uma das etapas do Circuito Brasileiro.

A conexão criada pelo Sistema Nacional de competições se estende aos Campeonatos Estaduais. A pontuação dessas competições também será válida para o ranking do Circuito Brasileiro.

PARCERIAS – Em 2024, o Circuito Brasileiro terá naming rights da Bet7k, copatrocinadora da CBV. Outro novo parceiro é a Fuel, que passa a exibir sua marca na competição ao lado do Banco do Brasil, patrocinador oficial do vôlei brasileiro, da Riachuelo/Bodywork, da Gol e da Mikasa. Além disso, a parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) permitiu passar de 24 para 32 o número de duplas beneficiadas com passagem aérea para jogadores e técnico a cada etapa – para ter acesso ao benefício, é necessário que a dupla esteja vinculada a um clube.

CIRCUITO BRASILEIRO DE VÔLEI DE PRAIA BET7K 2024

1ª Etapa – Campo Grade (MS) – 21 a 25 de fevereiro
2ª Etapa – Recife (PE) – 13 a 17 de março
3ª Etapa – Saquarema (RJ) – 3 a 7 de abril
4ª Etapa – Natal (RN) – 24 a 28 de abril
5ª Etapa – A definir – 19 a 23 de junho
6ª Etapa – A definir – 11 a 15 de setembro
7ª Etapa – João Pessoa (PB) – 9 a 13 de outubro
8ª Etapa – A definir – 30 de outubro a 3 de novembro
9ª Etapa – A definir – 20 a 24 de novembro

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Lutador mato-grossense encara norte-americano pelo cinturão da LFA

Mulisha aceitou o desafio, mesmo com lutador norte-americano John...

ZPE de Cáceres é liberada para operação pelo Ministério do Desenvolvimento

Quatro empresas aguardam análise de projetos para se instalarem...

Museus da Secel promovem atividades no período de férias escolares

O Museu de História Natural e o Museu de...

Várzea Grande sedia etapa estadual dos Jogos Estudantis de Seleções Mato-grossenses

O município de Várzea Grande sedia a partir desta...
Feito com muito 💜 por go7.com.br