domingo, 26 maio, 2024
31.9 C
Alta Floresta

Santiago 2023: maior delegação brasileira em um Parapan desfila no estádio do bicampeonato mundial de futebol

Date:

A delegação brasileira foi uma das 31 que desfilaram na cerimônia de abertura dos Jogos Parapan-Americanos de Santiago, Chile, na noite desta sexta-feira, 17. A solenidade, transmitida ao vivo pelos canais SporTV, ocorreu no Estádio Nacional, o principal do país andino, local em que o Brasil conquistou o bicampeonato mundial de futebol em 1962. 

Liderados pelos porta-bandeiras Claudiney Batista e Mariana D’Andrea, os atletas brasileiros compuseram a quinta delegação a entrar no estádio. Os presentes no desfile representaram os 324 competidores do Brasil convocados para a competição continental. Tal número transforma a missão Santiago 2023 na maior do país em toda a história do Parapan. 

CONFIRA O RAIO-X COMPLETO DA DELEGAÇÃO
CONFIRA O GUIA DE IMPRENSA

Participaram da cerimônia o presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês), Andrew Parsons; presidente do Comitê Paralímpico Americano (APC), Julio César Ávila Sarria; presidente do Chile, Gabriel Boric; ministro do Esporte, Jaime Pizarro; e a medalhista para- panamericana nos Jogos de Lima 2019, a nadadora chilena Valentina Muñoz. A atleta entrou com a bandeira do país-sede no centro do campo.

O público ocupou boa parte dos 48 mil lugares do estádio e mostrou bastante animação no evento, inclusive cantando o famoso grito de guerra: “Chi, chi, chi, le, le, le. Viva Chile!”. A festa misturou música, dança e elementos culturais chilenos. Após os desfiles, que terminaram com a apresentação da delegação anfitriã, os torcedores fizeram um lindo espetáculo nas arquibancadas, acendendo as lanternas de seus celulares.

Na sequência, ciclistas e artistas realizaram uma encenação do cotidiano em Santiago, representando toda a efervescência, diversidade e a pluralidade da cidade. Ao fim da “construção” da capital chilena, as cantoras Ana Tijoux e Kya, juntas ao grupo Movimento Original, fizeram uma performance remixada da música “A la cima”, tema oficial dos Jogos Parapan-Americanos 2023. Já no fim da cerimônia, 300 drones dominaram o céu sobre o Nacional, simulando estrelas em movimento e promovendo um belíssimo show de luzes para os espectadores.

A tocha parapan-americana, então, foi conduzida pela nadadora Macareno Quero, pela arremessadora e ex-tenista Francisca Mardonez, pelo nadador Alberto Abarza e pelo fundista Cristian Valenzuela, responsável por acender a pira.

Durante a competição, que será transmitida pelos canais SporTV, o Brasil contará com 190 homens e 134 mulheres, oriundos de 23 estados e do DF. Dos 324 competidores, 51 têm até 23 anos108 são cadeirantes79 conquistaram medalhas em Mundiais neste ano132 são estreantes no evento continental72 treinam nos Centros de Referência do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e 11 disputaram o Parapan de Jovens, em Bogotá, Colômbia, no último mês de junho. A competição na capital chilena tem cerca de 1.900 esportistas de 31 países.

A delegação brasileira se faz presente na capital chilena com 16 modalidades nesta sexta-feira. A exceção é a Seleção de taekwondo, que chega neste sábado, 18. Os primeiros atletas do Brasil desembarcaram no Chile no último domingo, 12, e entraram na Vila Parapan-Americana na mesma noite. No dia seguinte, já foram realizados os primeiros treinos em Santiago. Já nessa quinta-feira e sexta-feira, antes da cerimônia de abertura, os mesatenistas entraram em ação e o Brasil tem 20 atletas semifinalistas na modalidade.

Na última edição do Parapan, em Lima, no Peru, em 2019, o país entrou para história com recorde de conquistas. A delegação brasileira chegou à inédita marca de 308 medalhas, entre as quais 124 de ouro, 99 de prata e 85 de bronze. Nunca nenhum país alcançou tantas vitórias em uma única edição de Parapan.

Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível
Os atletas Claudiney Batista e Mariana D’Andrea são integrantes do Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível, programa de patrocínio individual das Loterias Caixa que beneficia 91 atletas.

Time São Paulo
Os atletas Claudiney Batista e Mariana D’Andrea são integrantes do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, que beneficia 106 atletas de 14 modalidades

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro ([email protected])

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Na véspera do sorteio, Marquinhos Xavier projeta Copa do Mundo

Sorteio dos grupos acontece neste domingo (26), às 13h...

CBFS anuncia cancelamento da 10ª Taça Brasil sub-17 feminina

A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) anunciou o cancelamento...

CARLINDA: Grave Acidente na MT-320 Deixa Caminhonete Destruída

Carlinda, MT - Um grave acidente de trânsito foi...

Tiro de Guerra realiza formatura em comemoração aos 36 anos da unidade em Alta Floresta

O Tiro de Guerra 09-001 realizou, na noite de...
Feito com muito 💜 por go7.com.br