domingo, 26 maio, 2024
29.2 C
Alta Floresta

Setor florestal de Mato Grosso representa o Brasil em evento mundial na China

Date:

O Brasil é um dos 37 países com produção florestal que participam do Fórum Global sobre Madeira Legal e Sustentável (GLSTF), em Macau, na China. Na edição de 2023, o potencial florestal brasileiro está sendo demonstrado por uma delegação de dez empresários mato-grossenses, associados ao Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem). Além do Cipem, o Fórum Nacional das Atividades de Base Florestal (FNBF) também compõe o evento internacional.

Convidados para representar o Brasil no Fórum Global sobre Madeira Legal e Sustentável (GLSTF) de 2023, a comitiva empresarial do Cipem desembarcou no país asiático onde se junta a outros 700 empresários durante os dois dias do evento, realizado no Centro Internacional de Convenções Galaxy, em Macau, nesta terça (21) e quarta-feira (22).

“Temos a grata satisfação de integrar neste ano do Fórum Global sobre Madeira Legal e Sustentável (GLSTF), onde vamos demonstrar o potencial florestal de Mato Grosso e seu modelo de produção sustentável, que hoje é referência para o mundo”, diz o presidente do Cipem, Ednei Blasius. 

cipem china

Cadeia de custódia, rastreabilidade e planos de manejo florestal norteiam as práticas de produção sustentável da indústria madeireira de Mato Grosso, explica Blasius. “Quem adquire um produto florestal de Mato Grosso tem a garantia de estar contribuindo com as metas de sustentabilidade de seu país, com a regulação climática e a neutralização de carbono”, completa o presidente do Cipem.

Mato Grosso tem potencial para expandir a área total de manejo florestal dos atuais 4.7 milhões de hectares para 6 milhões (ha) com marco temporal em 2030, acrescenta o presidente do FNBF, Frank Rogieri. “Mato Grosso busca estreitar os laços comerciais com o Oriente, com a China e Índia. Hoje os países europeus, como Portugal e França, são grandes compradores de madeira brasileira, especialmente de Mato Grosso.  Estados Unidos e países da América Central, como México e República Dominicana, também são mercados importantes”, contextualiza Rogieri. 

Para os representantes do Cipem e do FNBF, o Fórum Global sobre Madeira Legal e Sustentável (GLSTF) é uma oportunidade de divulgar internacionalmente o potencial da indústria madeireira mato-grossense e brasileira. O setor florestal mantém produção ecologicamente correta, sustentável e renovável, extraindo a matéria-prima de planos de manejo florestais sustentáveis, sistema que envolve rigoroso controle da colheita, permitindo que as florestas continuem conservadas.

cipem china

Entre os países inscritos no fórum internacional estão Indonésia, Malásia, Congo, Suíça e França, todos da área de comércio internacional de madeira. O objetivo do Fórum Global sobre Madeira Legal e Sustentável (GLSTF) é aumentar o networking, a colaboração e o intercâmbio de negócios entre toda a cadeia de produção do setor madeireiro, incluindo produtores, compradores, processadores e demais agentes do mercado. Com isso, promover a gestão das florestas naturais, criar redes de abastecimento de produtos de madeira legal e sustentável e facilitar o uso consciente de produtos florestais num ambiente de negócios estável, transparente e previsível. Desta forma, contribuir para a sustentabilidade, desenvolvimento e mitigação das alterações climáticas.

Numa iniciativa pioneira, a Organização Internacional de Madeiras Tropicais (ITTO) formulou sua Cadeia de Fornecimento Legal e Sustentável (LSSC), criando um programa com o objetivo de construir cadeias de abastecimento de madeira tropical legais e sustentáveis através de uma abordagem multifacetada, integrada de quadros governamentais, iniciativas do setor privado, recursos financeiros e capacitação. 

Em colaboração com parceiros, a ITTO convocou o fórum internacional Together Towards Global Green Supply Chains, em outubro de 2019, em Xangai, na China, sendo o primeiro diálogo global sobre a melhoria da legalidade e da sustentabilidade da madeira tropical em redes de fornecimento. 
Como parte do Programa LSSC e devido ao forte interesse entre os atores da indústria madeireira global, a  ITTO e o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) celebraram acordo de colaboração para co-sediar o Fórum Global sobre Madeira Legal e Sustentável (GLSTF) para acelerar o desenvolvimento de cadeias de fornecimento de produtos de madeira legais e sustentáveis.

 

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Na véspera do sorteio, Marquinhos Xavier projeta Copa do Mundo

Sorteio dos grupos acontece neste domingo (26), às 13h...

CBFS anuncia cancelamento da 10ª Taça Brasil sub-17 feminina

A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) anunciou o cancelamento...

CARLINDA: Grave Acidente na MT-320 Deixa Caminhonete Destruída

Carlinda, MT - Um grave acidente de trânsito foi...

Tiro de Guerra realiza formatura em comemoração aos 36 anos da unidade em Alta Floresta

O Tiro de Guerra 09-001 realizou, na noite de...
Feito com muito 💜 por go7.com.br