terça-feira, 20 fevereiro, 2024
24.9 C
Alta Floresta

Setor de base florestal é homenageado pelo Legislativo Estadual

Date:

Da Assessoria/Cipem

Representantes do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem) foram homenageados na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) por promover o desenvolvimento sustentável no Estado. Em sessão especial, requerida pelo deputado estadual Dilmar Dal Bosco ( União Brasil), foram concedidas as comendas de moções de aplausos a Gleisson Omar Tagliari e Claudinei Melo Freitas, respectivamente vice-presidente e diretor do Cipem, em reconhecimento aos serviços prestados à sociedade mato-grossense.
“É uma alegria ímpar ser porta-voz do Cipem neste momento e ter o reconhecimento da classe política pelo empenho e contribuição do setor de base florestal ao estado de Mato Grosso. O Cipem alcançou um feito histórico, que foi conseguir uma cadeira no Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente)”, afirmou Tagliari, durante a solenidade, realizada na noite de segunda-feira, 16, no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour, na ALMT. O evento celebrou o compromisso do setor de base florestal em promover o desenvolvimento socioeconômico de Mato grosso com responsabilidade ambiental, gerando emprego e renda.
O Cipem também contribui para gestão responsável dos recursos naturais em conformidade com as leis ambientais, possibilitando que o Estado seja reconhecido como modelo na produção de madeira nativa rastreada no mundo. Diretor do Cipem, presidente do Sindicato das Indústrias Madeireiras do Médio-Norte de Mato Grosso (Sindenorte) e representante do Fórum Nacional de Base Florestal (FNBF), Freitas destacou a importância da união dos empresários do setor em busca de um propósito comum, por meio do sindicalismo e o cooperativismo.


Também citou a relevância nacional e internacional do setor de base florestal no fornecimento de madeira rastreada. “Através da rastreabilidade da madeira com o Sisflora 2.0, que foi uma solicitação do setor que quer se profissionalizar, contribuímos para salvar a floresta, que é averbada e conservada por meio do manejo florestal”, observou. Segundo ele, Mato Grosso detém a maior área florestal protegida pela iniciativa privada, com 4,6 milhões de hectares manejados e que podem chegar a 7 milhões (ha).
“É um orgulho representar a ALMT e dar Moção de Aplausos para tantas pessoas que contribuem para Mato Grosso”, finalizou Dal Bosco, ressaltando a importância do setor de base florestal.

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Presidente e diretores da FCDL/MT participam de reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Comércio de Bens e Serviços do Estado

Assessoria de Imprensa/FCDL/MT Na manhã desta quinta-feira (15.02), o presidente...

Entrega da premiação da Campanha Ano Novo Vida Nova será nesta terça-feira

Assessoria de Imprensa/CDL Alta Floresta A CDL Alta Floresta realizará...

ITIQUIRA – Ex-prefeito e outros seis requeridos são condenados por improbidade

O ex-prefeito de Itiquira (a 357km de Cuiabá) Ernani...

Empresa instala ecoponto em cumprimento a TAC com Ministério Público

Em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta...
Feito com muito 💜 por go7.com.br