sexta-feira, 12 julho, 2024
25.8 C
Alta Floresta

HOMENAGEM – ALMT realiza lançamento do filme “A primavera de Dante”

Date:

A noite de terça-feira (6) vai ficar marcada na história de Mato Grosso. O Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, anexo à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), ficou lotado de autoridades, políticos, público em geral e familiares no lançamento do filme “A primavera de Dante”. O média-metragem conta a história da vida do ex-governador Dante de Oliveira e faz um resgate sobre a trajetória política do autor das ‘Diretas Já’, que, nesta data, completaria 72 anos.

A sessão especial foi requerida pelo deputado Carlos Avallone (PSBD), que, na solenidade, homenageou três personalidades com a Comenda Dante de Oliveira, uma das mais altas honrarias concedidas pelo Parlamento estadual. Os agraciados foram Domingos Leonelli, coautor do livro “Diretas Já”, a deputada federal da Bahia Lídice da Mata (PSB) e Marconi Perillo, presidente nacional do PSDB.

Dona Maria de Oliveira, mãe de Dante, fez questão de prestigiar o lançamento do filme. Aos 102 anos, ela agradeceu o carinho e o reconhecimento das pessoas pelo trabalho que seu filho desempenhou em Mato Grosso e no Brasil. “Me sinto feliz em ver tantas pessoas amigas de Dante. Agradeço pelas histórias contadas e peço que nosso estado cresça e seja a esperança para nossa juventude”, declarou dona Maria.

A viúva de Dante de Oliveira, Thelma de Oliveira, elogiou a ideia de fazer um filme contando a história do homem político que Dante foi. “Eu entendo que esse movimento é o resgate histórico de tudo que Dante foi, a importância de todos os cargos que ele ocupou e das grandes transformações de manter essa memória viva, principalmente para as futuras gerações. Destaco um momento marcante na vida de Dante, quando ele foi fazer o discurso das Diretas Já, com mais de um milhão de pessoas. Ele ficou surpreso, assim como eu não imaginamos o alcance da proposta, a partir daí ele cresceu pessoalmente e politicamente”, disse Thelma.

 

Foto: Helder Faria

O deputado Carlos Avallone, autor do requerimento da sessão especial, contou que a obra de Dante é extensa e não é só em Mato Grosso, mas no Brasil. “Essa história tem que ficar registrada, é uma trilogia. Aproveito para elogiar e homenagear as pessoas que participaram dessa construção. A emenda das ‘Diretas Já’ não foi fácil, foi muita luta e emoção. Destaco a multidão na Praça da Sé, em São Paulo, e na Praça da Candelária, juntas, reuniram mais de 2 milhões de pessoas que apoiaram o projeto de Dante, o maior estadista que Mato Grosso e o país já teve”, explicou Avallone.

Leonardo Oliveira, presidente do Instituto Dante de Oliveira disse o político Dante mudou a história do país e que deixou um legado para a população. “Parabenizo o deputado Carlos Avallone pelo lançamento desse filme, dessa trilogia. Esse é só o primeiro capitulo de tudo que vem por aí, para que as gerações atuais e futuras conheçam a história desse homem tão importante e revolucionário, e acima de tudo cuiabano”.

Para o presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (União), uma das maiores lutas de Dante foi a defesa pela democracia. “Eu conheci Dante quando ele veio do Rio de Janeiro para Cuiabá. Eu estava na faculdade e ele já participava dos grupos estudantis. A grande luta dele era a defesa da democracia. O prédio da Assembleia Legislativa leva o nome dele, ‘Edifício Governador Dante Martins de Oliveira´, tamanha é a importância desse homem revolucionário e democrata que Mato Grosso já teve”, destacou Botelho.

O primeiro-secretário da ALMT, deputado Max Russi (PSB), parabenizou a iniciativa do deputado Carlos Avallone, que foi amigo de Dante. “É justo poder contar a história de um cuiabano, autor das Diretas Já. Ele foi governador do estado, deputado federal, prefeito da capital, um político carismático e que deixou um legado, isso motiva a juventude e todos nós”, declarou Max.

Comenda Dante de Oliveira – Na noite de lançamento do filme “A primavera de Dante”, os deputados Eduardo Botelho e Carlos Avallone entregaram a Comenda Dante de Oliveira a três personalidades que participaram efetivamente no movimento Diretas Já: o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo, a deputada federal Lídice da Mata e Domingos Leonelli, secretário nacional de formação política do PSB.

Marconi Perillo, presidente nacional do PSDB, destacou a trajetória de Dante.  “Dante foi para minha geração o Cavaleiro da Esperança. O homem que trouxe para o Brasil oportunidades. Eu tinha 20 anos de idade quando ele trouxe a proposta da emenda das Diretas Já. Tive a oportunidade de conviver com Dante e pude aprender muito. Foi ele que me inspirou na política e com certeza virou o símbolo da redemocratização no país”.

A deputada federal da Bahia Lídice da Mata (PSB) lembrou do tempo das Diretas. “Eu acompanhei de perto a campanha das Diretas Já. Foi um momento de extrema mobilização do povo brasileiro de sua insatisfação com governo militar. Dante deu um passo e foi capaz, por meio de uma emenda, com poucas palavras, incorporar esse sentimento nacional”.

Domingos Leonelli, coautor do livro Diretas Já, ressaltou a importância da campanha para o Brasil. “Essa campanha das Diretas Já veio em um momento de grande importância e definiu uma estratégia para a política brasileira. Uma ruptura da ditadura, reivindicando o direito de votar. Foi uma coisa revolucionária e a maior mobilização política do século 20”.

O filme – O média-metragem “A primavera de Dante” relembra a vida e a obra do político mato-grossense das ‘Diretas Já’, que se tornou ícone nacional na luta pela democracia, além de resgatar os 40 anos do Movimento das Diretas Já, celebrado em 2024.

O filme é uma realização da Associação Mato-grossense de Inclusão Sociocultural (Amiscim), Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Secretaria Estadual de Cultura, Esporte e Lazer/Governo do Estado de Mato Grosso.

O operador de máster da TV Assembleia Vicenzo Zaleski interpreta no filme o personagem Dante de Oliveira. “Eu fiquei feliz em ter sido escolhido a partir de um convite de um amigo historiador. Sou radialista de formação e fiz teatro, mas nunca tinha atuado, essa foi minha primeira vez. Fazer o personagem de Dante foi gratificante, principalmente por conta do carinho que o povo de Cuiabá tinha por ele, que era muito conhecido. A experiência dessa primeira parte do filme destaco a transformação dele e o despertar para a vida política”.

Ficha técnica  – O filme tem produção executiva de José Paulo Traven, direção de Leonardo Sant’Ana, pesquisa de João Antonio Lucidio, direção de produção de Giulia Costa. Na direção de fotografia, Kelven Queiroz; som direto/assistente de câmera por Ricarte Oliveira, edição/colorista Murilo Nascimento, som com Eduardo Lehr; produção de Anna Magalhães; direção de arte e figurino, Laís Wrzesinski. O operador de máster da TV Assembleia Vicenzo Zaleski dá vida ao personagem Dante de Oliveira.

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Lutador mato-grossense encara norte-americano pelo cinturão da LFA

Mulisha aceitou o desafio, mesmo com lutador norte-americano John...

ZPE de Cáceres é liberada para operação pelo Ministério do Desenvolvimento

Quatro empresas aguardam análise de projetos para se instalarem...

Museus da Secel promovem atividades no período de férias escolares

O Museu de História Natural e o Museu de...

Várzea Grande sedia etapa estadual dos Jogos Estudantis de Seleções Mato-grossenses

O município de Várzea Grande sedia a partir desta...
Feito com muito 💜 por go7.com.br