sábado, 25 maio, 2024
25.3 C
Alta Floresta

JUBs injetou R$ 10 milhões na econômica de Mato Grosso

Date:

(Seduc/Sael)

“O melhor JUBs de todos os tempos”. A frase, dita pelo presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral, sintetiza o sucesso de Mato Grosso em sediar um dos eventos esportivos mais importantes do País: os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que ocorreram de 03 a 13 de novembro de 2016, em Cuiabá.  Além do incentivo ao esporte, o evento injetou aproximadamente R$ 10 milhões na econômica do estado.

Cabral fez esta afirmação durante a cerimônia de encerramento da competição. Na ocasião, ele ressaltou que o Governo de Mato Grosso se destacou, principalmente, por ter cumprindo todas as demandas do caderno de encargos para realizar a competição universitária.

O JUBs reuniu cerca de cinco mil atletas dos 26 estados (mais o Distrito Federal), que competiram em 17 modalidades esportivas, como handebol, futsal, vôlei, basquete, jogos virtuais, judô e natação.

Durante 10 dias, Cuiabá foi a capital do esporte universitário brasileiro, onde a população pode prestigiar muito dos atletas que um dia irão representar o país nas Olimpíadas. Os jogos ocorrerem em 17 locais de competição espalhados pela Capital, como o Complexo Dom Aquino, Escola Estadual Presidente Médici, Palácio das Artes Marciais, e ginásios Aecim Tocantins, Verdinho e do Colégio Salesiano São Gonçalo.

Para realizar o evento, a CBDU investiu R$ 5,5 milhões. Esse recurso foi aplicado na rede hoteleira, alimentação, pagamento da arbitragem e contratação de pessoal para trabalhar no evento.

Em relação à hospedagem, 21 hotéis foram contratados para receber os atletas, técnicos, dirigentes e os membros da CBDU. Nesse setor, houve um faturamento de mais de R$ 3 milhões, conforme os dados da Confederação.

Segundo o secretário adjunto de Esporte e Lazer (Seduc/Sael), Pedro Luiz Sinohara, houve também o dinheiro que os atletas deixaram na cidade, durante os passeios em pontos turísticos, bares e restaurantes. “Os quase cinco mil atletas gastaram aproximadamente R$ 3 milhões em bens de consumo, durante os 10 dias de evento. Esses dados foram levantados pela CBDU”, frisou o gestor.

Sinohara detalha que, somando os investimentos na rede hoteleira, na alimentação, contratação de pessoal, pagamento da arbitragem, recolhimento do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), gastos dos atletas na cidade e a contrapartida do Estado, o JUBs injetou cerca de R$ 10 milhões em Cuiabá. “Foi uma grande vantagem trazer esse evento para Mato Grosso, tanto no aspecto esportivo quanto no econômico”, acrescentou Sinohara.

Os atletas também aprovaram a estrutura do JUBs, que foi montada no estádio Arena Pantanal. A grande sensação foi o Bolevard dos atletas – uma espécie de centro de convivência que reuniu jovens de todo Brasil, dos mais variados sotaques e costumes. A galera pôde usufruir de serviços de estética como corte de cabelo, pedicure, manicure e massagem. Esses serviços foram realizados gratuitamente pelo Governo de Mato Grosso e parceiros como o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Legado

De acordo com o secretário Sinohara, o JUBs deixou legados para Cuiabá em vários sentidos. Ele afirmou que o evento incentivou a prática de esportes entre a população. Outro grande ganhou para o estado foi aquisição dos blocos de partidas para a Piscina Olímpica do Complexo Arena Pantanal. “Esses blocos são o que tem de melhor no ramo. Com esse material podemos trazer campeonatos de natação de altíssimo nível para o estado”, acrescentou.

Na modalidade de basquete, o gestor destacou a aquisição de um par de tabelas de última geração.  Ele também frisou que todos os ginásios utilizados pelo JUBs passaram por reparos, antes do evento. “Houve pinturas e adequações de cobertura, como o isolamento do teto para evitar goteiras durante as partidas. Foram reparados 17 locais de competições, que agora estão à disposição da população”, comemora Sinohara.   

Turismo

Muitas delegações aproveitaram os dias de folga dos jogos para conhecer os pontos turísticos de Mato Grosso. Um grupo de atletas de Minas Gerais e do Tocantins visitou as belezas de Chapada dos Guimarães.

Já os goianos aproveitaram a badalada noite cuiabana e conheceram a Praça Popular – um dos principais pontos de encontro dos jovens em Cuiabá, que concentra diversos bares e restaurantes.

Quem também não perdeu tempo foi o time de basquete 3 x 3 da delegação do Rio Grande do Norte. Os garotos visitaram a orla do Porto, o Rio Cuiabá, dois shoppings centers, museus e teatros no centro histórico. “Se desse, a gente queria conhecer mais, mas temos que voltar para o nosso estado”, disse um dos rapazes do time. 

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Na véspera do sorteio, Marquinhos Xavier projeta Copa do Mundo

Sorteio dos grupos acontece neste domingo (26), às 13h...

CBFS anuncia cancelamento da 10ª Taça Brasil sub-17 feminina

A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) anunciou o cancelamento...

CARLINDA: Grave Acidente na MT-320 Deixa Caminhonete Destruída

Carlinda, MT - Um grave acidente de trânsito foi...

Tiro de Guerra realiza formatura em comemoração aos 36 anos da unidade em Alta Floresta

O Tiro de Guerra 09-001 realizou, na noite de...
Feito com muito 💜 por go7.com.br