sexta-feira, 24 maio, 2024
35.9 C
Alta Floresta

Valdileia Martins é destaque na jornada de abertura do Ibero-Americano

Date:

A brasileira venceu o salto em altura com 1,88 m e comemorou dizendo que cumpriu o objetivo de somar importantes pontos para o Ranking Mundial e a corrida olímpica; a competição, em Cuiabá, prossegue até domingo (12/5) na pista da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)

Cuiabá – A paranaense Valdileia Martins foi a primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro no salto em altura, nesta sexta-feira (10/5), no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo, na pista do Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá. Valdileia fez 1,88 m, seguida pela dominicana Marysabel Senyue, com 1,86 m, empatada com a colombiana Maria Isabel Arboleda Angulopela, também com 1,86 m.

A competição prossegue até domingo (12/5) com duas etapas por dia, pela manhã, a partir das 8 horas, e a tarde, a partir das 18:30, com entrada franca no estádio da UFMT (Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2.367- Bairro Boa Esperança, Cuiabá) e transmissão ao vivo pelo Canal Olímpico do Brasil e pela TV Atletismo Brasil, por meio dos canais do YouTube do Time Brasil e da Confederação Brasileira de Atletismo.

Valdileia que se tornou a segunda atleta brasileira do salto em altura na história a chegar ao 1,90 m no III Desafio CBAt/CPB, em abril, comemorou sua medalha. “Nessa competição a gente entrou com o objetivo de ganhar. É um evento que rende muitos pontos, então o objetivo hoje não era fazer PB (personal best), era ganhar com uma marca boa para poder melhorar meus pontos. O objetivo foi cumprido”, ressaltou Valdileia, atleta da Orcampi-SP, nascida em Querência do Norte (PR) e que treina atualmente em Bragança Paulista, com Dino de Cintra de Aguiar. 

A mexicana Alma Delia Cortes Garcia ganhou a primeira medalha de ouro da competição nos 3.000 m rasos com 9.09.52. As argentinas Fedra Aldana Luna Saubrám (9.12.71) e Carolina Lozano (9.17.59) conquistaram prata e bronze, respectivamente. “Me sinto muito feliz por conseguir uma medalha, ainda mais sendo campeã. Esperava uma marca mais rápida”, disse Alma. A mexicana está brigando por pontos no Ranking Mundial pela qualificação olímpica nos 1.500 m e nos 5.000 m. 

A brasileira Mirelli Leite, que ficou na sexta posição (9.49.34), disse que seu objetivo na temporada é melhorar sua marca pessoal de 9:56 e ser tricampeã sul-americana sub-23 nos 3.000 m com obstáculos.

O Campeonato Ibero-Americano de Atletismo é uma competição da Associação Ibero-Americana de Atletismo (AIA), com realização do Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e o Governo do Estado do Mato Grosso, e parcerias com a Federação de Atletismo do Mato Grosso (FAMT), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e SESI-MT.

Todos os resultados

A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.

As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.

Compartilhe:

você vai gostar...
Relacionado

Nova Mutum realizará passeio ciclístico alusivo a Campanha Maio Amarelo

A Prefeitura de Nova Mutum, por meio da Secretaria...

Lutador sinopense vence por nocaute e conquista cinturão em evento de MMA

O morador de Sinop, Raí Douglas, conquistou o cinturão...

Papa reconhece segunda intercessão de beato que fez milagre em MS

O papa Francisco reconheceu, nesta quinta-feira (23/5), o segundo milagre do...

Idosos são resgatados em situação de maus-tratos em Carlinda

Um casal de idosos, de 90 e 85 anos,...
Feito com muito 💜 por go7.com.br